Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

14/07/2015 às 14:02

2º Encontro da CTB-RS destaca a comunicação estratégica como ferramenta de luta

Escrito por: Redação
Fonte: Fecosul

Foi realizado na última quinta-feira (9/07) o 2º Encontro de Comunicação da CTB-RS, que reuniu cerca de 50 pessoas, entre jornalistas e representantes de Sindicatos de todo o Estado. O 2º Encontro aconteceu no auditório da Fecosul e teve como objetivo avançar na integração entre a comunicação dos sindicatos filiados à central sindical e a valorização da comunicação estratégica da comunicação como ferramenta nas lutas dos trabalhadores. 
 
O evento contou com a presença de Altamiro Borges, coordenador geral do Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé, que foi o primeiro palestrante manhã. Na abertura, o presidente da CTB-RS, Guiomar Vidor, afirmou que “precisamos saber utilizar as novas ferramentas da mídia a favor da luta dos trabalhadores e compreender o papel que a imprensa tem nas disputas políticas, contra e a favor das nossas bandeiras”. Também participaram da primeira mesa a Secretária-Geral da CTB-RS, Eremi Melo, e tesoureiro, Júlio Lopes. 
 
Altamiro cumprimentou a CTB-RS pela iniciativa considerando o Encontro “pioneiro no avanço da organização na comunicação”. “O movimento sindical está perdendo a batalha de ideias na sociedade brasileira. Não significa que o movimento sindical está trabalhando menos. Está trabalhando muito. Mas perde o referencial estratégico quando se limita às lutas econômicas específicas de cada categoria. Deve retomar a luta de ideias” afirmou. Também abordou o tema da democratização da mídia e disse que “o movimento sindical ainda não despertou para esse debate”. Para o coordenador do Barão de Itararé, o movimento tem dois desafios nesta pauta: “democratizar a comunicação. Fazer a regulação econômica que já existe desde a década de 20 nos Estados Unidos. Lá é proibido propriedade cruzada. Não se pode ter jornal, rádio, TV, nas mãos do mesmo empresário. Isso é monopólio. Cria pensamento único. O que a RBS faz aqui é proibido lá”. E “desenvolver os nossos veículos de comunicação, seguir apostando nos jornais, nas rádios e TVs comunitárias, e avançar na internet e redes sociais”. 
 
A manhã de atividades foi encerrada com a apresentação da jornalista da Fecosul, Juliana Ramiro, que apresentou dados sobre a importância das redes sociais na atualidade, principais ferramentas e cuidados que se deve ter ao usá-las. O Facebook ganhou destaque pelo alcance que tem no Brasil: audiência 7x maior que a da revista Veja, 40% maior que a do rádio, e 30% maior que a da TV a cabo. 
 
À tarde, foi iniciada pelo jornalista, Clomar Porto, que falou sobre a importância de se investir e fazer planejamento para a comunicação sindical, e avançar na renovação da linguagem para dialogar com a juventude. Gil Kurtz, publicitário do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Construção Civil (STICC), falou sobre a experiência do sindicato que ganhou destaque: “o movimento sindical precisa enfrentar o desafio de se atualizar. Precisa aperfeiçoar e melhorar sua comunicação. Colocar a comunicação contemporânea a serviço de nossa estratégia.”
 
Na parte final, o jornalista Luiz Fernando Boaz trouxe a experiência de comunicação interna e externa da Fetag-RS, dando destaque a um projeto novo: o programa de rádio "A Voz da Fetag", gravado na própria sede da Federação, com periodicidade semanal. O Encontro foi finalizado por Aline Vargas e Lucas Maróstica, responsáveis pela comunicação da CTB-RS. A última apresentação teve como principal objetivo aumentar a integração da Central com seus sindicatos filiados. Foi apresentada,  aos sindicatos que ainda não contam com um jornalista que faça a cobertura das atividades, uma forma simples e rápida de repassar informações à Central, responder as seguintes questões:
 
O que aconteceu? 
Quem participou?
Onde e quando foi realizada a atividade?
Por que foi importante?
Como aconteceu? (Aqui cabe um breve relato de um diretor ou presidente do sindicato)
As respostas a essas perguntas e uma foto da atividade enviadas por e-mail para imprensa@ctbrs.org.br ou assessoria@ctbrs.org.br, são os dados necessários para a assessoria de imprensa da CTB-RS formalizar um texto e publicar no site.
 
Ao final, o Encontro serviu para renovar conhecimentos e deixar claro que a comunicação vive numa constante modernização, sendo importante assim se atualizar sempre que possível. O movimento sindical como um todo ainda precisa aprimorar a a maneira de dialogar com os trabalhadores, principalmente, os jovens. O objetivo da CTB-RS de discutir sobre as novas formas de interação foi atingido satisfatoriamente e a certeza de que um amplo caminho ainda deve ser percorrido é a motivação para que se siga buscando novos canais de interlocução.