Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

30/09/2015 às 13:53

4G no Brasil só está disponível metade do tempo, mas tem velocidade acima da média

Escrito por: Miriam Aquino
Fonte: Tele.síntese

O Brasil ocupa a 51ª posição no quesito disponibilidade da LTE e a 16ª posição no item velocidade da 4G pelo critério da consultoria OpenSignal

O usuário brasileiro da rede de banda larga 4G só consegue acessá-la 50% do tempo. No restante do dia, tem que procurar velocidades mais baixas de conexão. É o que informa o novo relatório da OpenSignal, empresa de consultoria que mede a conexão banda larga móvel no mundo. A empresa, ao invés de apurar a área de cobertura prefere medir o tempo de acesso à tecnologia LTE e explica: ”Quando se analisa a cobertura, o mais importante é onde os usuários estão na prática passando seu tempo, especialmente para LTE. Por isso, em vez de mapear áreas geográficas específicas onde o sinal está disponível, nossa métrica observa a proporção de tempo que um usuário acessa à rede”.
 
Assim, de um total de 68 países com redes com tráfego de dados analisadas pela consultoria, o Brasil ocupa a 51ª posição no levantamento do terceiro trimestre de 2015, porque a sua rede LTE só está disponível 50% do tempo. A melhor rede é a da Coreia do Sul, disponível 97% do tempo, seguida por Japão (90%) e Hong Kong (86%).
 
Velocidades:
 
Quanto à velocidade da 4G, o Brasil está acima da média global , ocupando a 16ª posição. Claro continua na liderança em velocidade, com 20 Mbps, seguida pela Vivo, com 18 Mbps, Oi, 14 Mbps; TIM, com 10 Mbps e Nextl, com 3 Mbps.