Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

17/03/2016 às 17:08

Ataques contra jornalistas aumentaram quase 22% no México, diz entidade

Escrito por: Redação
Fonte: Portal Imprensa

Ataques contra jornalistas voltam a aumentar no México

Os ataques contra jornalistas aumentaram quase 22% no México no ano passado. Ao todo, oito profissionais de imprensa foram assassinados e cerca de 400 foram agredidos, denunciou a Organização Artigo 19.
 
Segundo a agência de notícias AFP, no documento, a entidade destaca a "deterioração da liberdade de expressão" desde que o presidente Enrique Peña Nieto assumiu o cargo, em dezembro de 2012. 
 
O número de ataques aumentou ao longo dos anos. Em 2012, a ONG registrou 207, número que subiu para 326 em 2014 e 397 no ano passado. Grande parte da violência vem de agentes federais, estaduais e municipais (41,5%), enquanto os outros 35% ocorrem por parte de grupos do crime organizado. 
 
Das oito mortes registradas no ano passado, sete estão classificadas como possíveis represálias pelo trabalho jornalístico. O México se tornou um dos países mais perigosos do mundo para profissionais de imprensa. Segundo a ONG Repórteres Sem Fronteiras (RSF), 91 morreram e 17 estão desaparecidos desde 2000.