Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

29/01/2015 às 16:26

Berzoini: regulamentação do Marco Civil fortalece participação e democracia

Escrito por: Portal do Minicom
Fonte: Instituto Telecom

A abertura de um debate público sobre a regulamentação do Marco Civil da Internet e da lei de proteção de dados pessoais marca o compromisso do governo com o amplo diálogo e fortalece a democracia representativa. A afirmação foi feita pelo ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini, nesta quarta-feira (28), no lançamento das discussões sobre os dois temas, no Ministério da Justiça. Confira abaixo o vídeo com a íntegra do discurso do ministro.

"A regulamentação do Marco Civil da Internet e a discussão sobre a lei de proteção de dados pessoais certamente não poderiam ser feitos dentro dos gabinetes, sem a participação popular", reforçou Berzoini.
Para o ministro, a abertura desse debate também consolida o objetivo do governo de assegurar a todos os brasileiros o acesso à internet. "Esse processo marca, nesse início de segundo mandato da presidenta Dilma Rousseff, o compromisso de consolidar o acesso de todos a essa possibilidade democrática, cidadã, com qualidade e a custo razoável."

Redes sociais

Durante o evento, o Ministério da Justiça lançou dois portais na internet para captar sugestões da sociedade sobre os dois assuntos. Twitter e Facebook também serão canais auxiliares das discussões nas redes sociais. O objetivo da consulta pública é receber contribuições de forma democrática e participativa.

O Marco Civil da Internet (Lei 12.965/2014), que estabelece princípios, garantias, direitos e deveres para o uso da Internet no Brasil, foi aprovado no ano passado pelo Congresso Nacional. Apesar de a lei já ter entrado em vigor, alguns pontos ainda precisam ser regulamentados. Essa regulamentação será feita de maneira colaborativa, utilizando uma plataforma participativa.

A discussão será aberta à participação de todos os brasileiros, que poderão fazer sugestões por meio dos portais na internet e redes sociais. O debate sobre a regulamentação o Marco Civil da Internet será feito em torno de quatro eixos: neutralidade; privacidade na rede; registros de acesso; outras considerações.

Já o debate público sobre o anteprojeto de lei de proteção de dados pessoais também terá um portal exclusivo para receber comentários e sugestões ao texto. O objetivo desta lei é garantir e proteger, no tratamento de dados pessoais disponíveis na internet, a dignidade e os direitos fundamentais da pessoa, particularmente em relação à sua liberdade, igualdade e privacidade pessoal e familiar.

A participação dos cidadãos no debate público sobre esses dois temas poderá ser feita pelos seguintes endereços:

marcocivil.mj.gov.br

dadospessoais.mj.gov.br

Twitter.com/marcocivil

Facebook.com/marcocivildainternet