Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

28/05/2015 às 12:55

Braço operacional da transição da TV Digital, EAD já tem presidente

Escrito por: Luís Osvaldo Grossmann
Fonte: Convergência Digital

Será Antonio Carlos Martelleto, que era diretor executivo da Embratel

A empresa criada por Vivo, Tim, Claro e Algar para operacionalizar o desligamento dos sinais analógicos de televisão – e portanto a transição para a TV Digital – já escolheu seu presidente. Será Antonio Carlos Martelleto, que era diretor executivo da Embratel.
 
Engenheiro Eletrônico, foi pesquisador no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações da Telebras. Em 1992 passou a atuar no setor de TV paga, passando por Globosat, Unicabo e Vivax. Em 2008 foi para a Embratel onde assumiu a direção de operações de DTH e mais recentemente vinha atuando como diretor executivo de solução e entrega.
 
A Entidade Administradora da Digitalização, ou simplesmente EAD, foi criada pelas operadoras móveis que adquiriram nacos de 700 MHz em leilão realizado no ano passado. Como previa o edital, elas ratearam os R$ 3,6 bilhões de capital dessa empresa.
 
A EAD tem como missão divulgar o desligamento analógico e distribuir aos beneficiários do Bolsa Família – cerca de 14 milhões – conversores, antenas e filtros que garantam a recepção dos sinais digitais. Também terá que atuar nos casos de interferência entre o 4G e a TV Digital. E, principalmente, medir se 93% dos domicílios em cada município recebem a TV Digital, patamar mínimo para o desligamento dos sinais analógicos.