Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

15/09/2010 às 12:34

Brasil apóia Venezuela na implementação da TV Digital

Escrito por: Andréa Xavier e Renata Maia
Fonte: Ministério das Comunicações

Especialistas venezuelanos estão no país para participar de palestras e discussões sobre o ISDB-T

Brasília – Com o objetivo de agilizar o processo de implementação da TV Digital na Venezuela, cinco técnicos do órgão regulador do país, a Comissão Nacional de Telecomunicações (Conatel), estão no Brasil para receber informações e esclarecer dúvidas sobre o ISDB-T, padrão nipo-brasileiro de TV Digital - já escolhido pelo governo da Venezuela como o sistema a ser adotado no país. Até a próxima quinta-feira 16, a equipe participa de reuniões com representantes do Ministério das Comunicações e da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Os especialistas venezuelanos participam de palestras e discussões sobre planejamento da distribuição de canais, uso do espectro, elaboração de normas técnicas e transmissão de sinais em alta definição. Durante as primeiras conversas, o gerente de Gestão de Serviços de Telecomunicações da Conatel, Rubén Arenas, afirmou que o apoio prestado pelo Brasil tem superado as expectativas de seu país e será fundamental para “tornar a TV Digital uma realidade para o povo da Venezuela”.

A comitiva também vai conhecer as instalações da TV Justiça e da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC), além da torre de TV Digital, em fase final de construção no Distrito Federal. Um plano de cooperação, assinado pelos dois países há pouco mais de um mês, prevê, ainda, a realização de um seminário de capacitação – dessa vez, na Venezuela. O evento, sem data confirmada, será organizado pelo Ministério das Comunicações com o apoio da Agência Brasileira de Cooperação e deverá contar com a participação de especialistas ligados ao Fórum Brasileiro de TV Digital.

Na América Latina, a expansão do ISDB-T não se limita às fronteiras da Venezuela. O padrão também já foi adotado por Argentina, Chile, Equador, Peru, Paraguai, Bolívia e Costa Rica. Na Ásia, o padrão de TV Digital nipo-brasileiro chegou também às Filipinas.