Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

19/02/2014 às 14:23

Clarín inicia processo de fragmentação em seis empresas para se adequar à Lei de Meios

Escrito por: Redação
Fonte: Portal Imprensa

Após quatro anos de conflitos políticos e judiciais, o grupo argentino Clarín iniciou, na última terça-feira (18/2), um processo de divisão em seis grupos de rádios e televisões para seguir um acordo com o governo da presidente Cristina Kirchner.

De acordo com a AFP, após a decisão da Suprema Corte, que avaliou constitucional a chamada Lei dos Meios em outubro do ano passado, o órgão concordou com o projeto apresentado pelo Clarín de se desmembrar, ajustando-se à lei anti-monopólios. 

O conglomerado tem 180 dias para encerrar suas alterações e apresentar às autoridades quem serão os donos das seis unidades de mídia. "A mãe de todas as batalhas terminou. Ou melhor, quase terminou. E não da maneira que o governo imaginava, que era silenciar o Clarín", informou a empresa em editorial.

Para o presidente do órgão regulador, o processo de adaptação das redes de comunicação à nova lei audiovisual, sancionada em 2009, "é o início do fim das posições hegemônicas no mercado da comunicação".