Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

28/10/2011 às 19:59

Conselho de Comunicação provoca debates na ARI

Escrito por: Redação
Fonte: Coletiva.net

Secretária de Comunicação Vera Spolidoro fez um relato da proposta em debate no Conselhão

Ao participar de reunião do Conselho Deliberativo da ARI (Associação Riograndense de Imprensa) nesta quinta-feira, 27, a secretária estadual de Comunicação e Inclusão Digital, Vera Spolidoro, enfatizou a importância da criação de um Conselho Estadual de Comunicação e apresentou a proposta formal que está sendo debatida na Câmara Temática de Cultura e Comunicação do CDES RS, o Conselhão.

A jornalista destacou o que seriam alguns objetivos da proposta, como promover a democratização da comunicação e a plena liberdade de informação nos veículos de comunicação e informação. Quanto à composição dos membros do Conselho, a sugestão inicial é de que seja formado por 25 membros representando diversos segmentos da sociedade civil e representantes das entidades de comunicação e do poder público. Este, pela proposta, terá cinco representantes.

Ao ser questionada pelo plenário da ARI sobre a relação do Conselho com a sociedade e as empresas de comunicação, Vera revelou que o objetivo maior é o novo organismo contribuir para melhorar a relação dos cidadãos com os meios de informação e “oferecer um lugar onde a sociedade tenha um meio efetivo de discutir a comunicação, onde possa recorrer, avaliar, reunir as partes envolvidas em algum conflito”. “Tudo o que está aqui”, disse, após relatar os objetivos e propostas do Conselho, “é oriundo da Constituição Federal, a partir de seu artigo quinto, que assegura a liberdade de opinião”.

O presidente do Sindicato dos Jornalistas, José Nunes, foi enfático em defender a constituição do Conselho, invocando como argumento propostas aprovadas na Conferência Nacional de Comunicação. O debate com a secretária de Comunicação durou uma hora e meia, e ao final Ercy Torma, presidente do Conselho Deliberativo, registrou que o assunto deve ser objeto de muito debate “não só entre a categoria, mas principalmente pela sociedade gaúcha”. Ao saudar a presença da secretária na Casa do Jornalista, Batista Filho, presidente da ARI, ratificou que “encontros como este revelam as necessárias ações de democratização das relações entre as instituições, poder público e sociedade”.