Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

03/05/2017 às 17:15

Cryptorave 2017: James Bamford, Intrigeri e Sacha Constanza-Chock confirmados!*

Escrito por: Redação
Fonte: Intervozes

Neste momento de profundas mudanças políticas no Brasil e no mundo, de ampliação do controle de narrativas por algoritmos e máximo controle e perseguição das pessoas por meio de coleta e processamento em massa de dados,  uma certeza segue intacta: é preciso disseminar a cultura da privacidade e ampliar o conhecimento das pessoas sobre vigilância e ferramentas para driblá-la.
 
Nesta conjuntura, será realizada, entre os dias 5 e 6 de maio, a CryptoRave 2017. Inspirada no movimento das CryptoParties – eventos para a troca de chaves de cripotografia – a CryptoRave surgiu no Brasil como um esforço coletivo para difundir os conceitos, a cultura e as ferramentas relacionadas à privacidade e liberdade na Internet. Chegando a sua quarta edição este ano, a CryptoRave se consolidou como maior evento aberto e gratuito deste tipo no mundo. O evento conta com mesas redondas, palestras e oficinas para aprofundar e qualificar o debate sobre proteção da privacidade na Internet como um direito e fundamento essencial à democracia.
 
O evento acontece na Casa do Povo, a três quadras do metrô Tiradentes.  Ao longo das 24hs de programação é possível encontrar pessoas técnicas, nerds, hackers, ciberativistas, ciberartistas, jornalistas investigativos e cypherpunks de diversas regiões do Brasil e do mundo. A diversidade do público será reforçada este ano, por meio do trabalho voluntário de pessoas que estão organizando caravanas para o evento me vários estados do Brasil. (Para saber mais sobre Caravanas, acesse: https://crabgrass.riseup.net/cryptorave/caravanas-como-organizar). Três convidad@s internacionais estão confirmad@s: James Bamford, Sacha Constanza-Chock e Intrigeri
 
O jornalista James Bamford vai fazer a keynote de abertura. Bamford é uma das pessoas que mais conhece a National Security Agency, a NSA, poderosa agência dos Estados Unidos objeto das denúncias sobre vigilância em massa realizadas por Edward Snowden em 2013. Seu livro de 1982, The PuzzlePalace, foi sobre a NSA. Há mais de três décadas, descreveu como a agência funcionava e revelou uma operação de vigilância em massa chamada Operation Shamrock. Aqui, você pode ler um de seus últimos textos, para a Foreign Police.
 
Sasha Constanza-Chock é uma acadêmica, ativista, criadora de mídia, e atualmente leciona Mídia Civil no MIT. Seu atual projeto é o DiscoTech, oficinas livres, abertas e multisetoriais para pessoas de todo o tipo (não apenas ativistas e gente de tecnologia!) exploram, compartilham e discutem experiências com vigilância. Nas Discotech as pessoas estudam ferramentas, sistemas e histórias de vigilância e entendem como esses sistemas são direcionados, desproporcionalmente, a pessoas negras, trabalhadoras, imigrantes, ativistas. O objetivo das Discotechs é falar sobre vigilância de nossas atividades cotidianas e, com comunidades, debater estratégias e ferramentas de contravigilância.
 
Intrigeri é desenvolver do Tails, um sistema operacional que pode ser usado por meio de um USB ou DVD em quase qualquer computador e busca ser mais amigável para pessoas menos envolvidas com tecnologia. O Tails fornece uma plataforma para resolver muitas ameaças digitais ao “fazer a coisa certa” por padrão, desta forma foi o sistema operacional que contribuiu para que as revelações de Snowden fossem possíveis.
 
 
 
Serviço
 
 CryptoRave 2017
 
Endereço: Casa do Povo – Rua Três Rios, 252, Bom Retiro,  São Paulo
 
das 18 horas do dia 5 de maio (sexta-feira) até às 19 horas do dia 6 de maio (sábado)
 
Mais informações: https://cryptorave.org/
 
 
 
 
 
Contato para imprensa: maremansa@riseup.net /11 99746-5962