Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

23/05/2016 às 16:07

'Dilma foi uma presidente medíocre no fim das contas', diz editor da 'Foreign Policy'

Escrito por: Redação
Fonte: Portal Imprensa

Em entrevista à Folha de S.Paulo, o publisher e editor-chefe da revista americana Foreign Policy, David Rothkopf, afirmou que a ideia de que houve golpe no Brasil "não pegou" no exterior e que, para muitos, o afastamento de Dilma Rousseff "não pareceu inteiramente injusto".
 
Rothkopf observou que a presidente supervisionou a Petrobras em um período de "delitos grotescos". O publisher ressalta que esta não foi a razão pela qual a governante sofreu impeachment, porém, é o "motivo que paira sobre tudo".
 
"Dilma foi uma presidente medíocre no fim das contas. Não só ela falhou em reagir a problemas econômicos sérios, como ela ignorou o que não funcionava no sistema que ela precisava supervisionar. Ela não pode culpar isso a seus adversários. Ela não teve problema em demitir ministros. Podia ter feito mais para eliminar o que estava errado", declarou.
 
Para o editor-chefe da Foreign Policy, a política externa brasileira precisa demonstrar legitimidade. Rothkopf explicou que líderes estrangeiros necessitam acreditar primeiro que a nova liderança estará no comando por algum tempo, que conseguem resolver os problemas e têm apoio e confiança do povo brasileiro.