Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

08/03/2016 às 13:40

Em Brasília, concurso sobre Lei Maria da Penha premia músicas contra violência doméstica

Escrito por: Redação
Fonte: ONU Br

Nesta edição, foram inscritas 190 músicas de autoria de cantores amadores e profissionais. Cerimônia promovida pela Câmara dos Deputados, Senado Federal e Banco Mundial será realizada no Salão Nobre da Câmara no Dia Internacional da Mulher, 8 de março, às 17h30.
 
No Dia Internacional da Mulher, 8 de março, a Secretaria da Mulher da Câmara dos Deputados, a Procuradoria da Mulher do Senado Federal e o Banco Mundial vão unir suas vozes para premiar as cinco melhores canções sobre o tema “todos juntos pelo fim da violência contra a mulher”. A cerimônia, que tem início às 17h30, no Salão Nobre da Casa, encerra a 4ª edição do Concurso sobre a Lei Maria da Penha, que este ano escolheu a música como expressão cultural.
 
Realizado anualmente, o concurso escolhe a cada ano uma diferente forma de disseminar a lei. Nesta edição, o objetivo é dar voz a canções sobre o combate à violência doméstica em diferentes classes socioeconômicas e etárias, incentivando a produção de novas composições de autores profissionais e amadores.
 
“A música é um produto muito aceito entre homens e mulheres, e leva para dentro de diferentes lares uma mensagem que pode ser de ajuda e empoderamento. Queremos que a música, que algumas vezes até deprecia a figura da mulher, ajude a contribuir com a sua saída da situação de violência”, afirma a procuradora da Mulher da Câmara, deputada Elcione Barbalho (PMDB-PA).
 
“O Banco Mundial se sente honrado de poder contribuir para a disseminação da Lei Maria da Penha, não apenas no Brasil, mas em diversos outros países. E a música é um importante instrumento capaz de ultrapassar fronteiras e unir diferentes culturas”, defende o diretor do Banco Mundial para o Brasil, Martin Raiser.
 
Nesta edição, foram inscritas 190 músicas de autoria de cantores amadores e profissionais. Os números demonstram um aumento de 271% de participação em relação ao ano anterior, quando o concurso premiou aplicativos inovadores voltados para a diminuição da violência doméstica e o aumento da participação política feminina, habilitados para celular e internet.
 
Como parte do prêmio, os vencedores gravaram clipes de suas músicas, produzidos pela Fabrika Filmes, que serão legendados em inglês e espanhol para serem veiculados em diversos países, por meio das instituições parceiras. A primeira exibição ocorrerá na cerimônia de premiação. Em seguida, todos serão publicados na internet.
 
O Concurso tem o apoio da ONU Mulheres, da Comissão Mista Permanente de Combate à Violência contra a Mulher e do Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos.
 
Comissão julgadora e vencedores
 
A Comissão Julgadora do Concurso foi integrada por representantes da Secretaria da Mulher e da Secretaria de Comunicação Social da Câmara dos Deputados, do Banco Mundial, do Ministério da Cultura, da Procuradoria da Mulher do Senado Federal, da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República, da Escola de Música de Brasília, da ONU Mulheres e da Empresa Brasil de Comunicação (EBC).
 
Os vencedores do Concurso sobre a Lei Maria da Penha são: Paulo Diego Pereira de Sousa – Samambaia/DF, com a música “Meu pai é um monstro”; Fernanda Azevedo de Alencar – Estância/SE, com a música “Ligue 180”; Lidiane Costa Souza de Jesus – Planaltina/DF, com a música “Em uma só voz”; Juraildes da Cruz Rodrigues – Goiânia/GO, com a música “Maria da Penha”, composta em parceria com João Araújo; e a banda formada por Luana Micheli Hansen de Barros e Drika Ferreira – São Paulo/SP, com a música “Lei Maria da Penha”.
 
A Cerimônia de Premiação ocorrerá dia 8 de março, às 17h30, no Salão Nobre da Câmara dos Deputados. Durante a solenidade, serão exibidos os clipes musicais das obras.