Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

10/08/2017 às 20:13

EUA: 45% dos republicanos apoiam censura à imprensa

Escrito por: Redação
Fonte: Portal Vermelho

45% dos republicanos apóiam a concessão de poder aos tribunais para fechar veículos de mídia parciais, número tido por analistas como assustador

Enquanto a administração Trump continua a aparecer nas manchetes por seus ataques à imprensa e suas tentativas de prevenir os jornalistas de cobrir adequadamente as conferências de imprensa da Casa Branca, uma pesquisa recente da YouGov/Economist descobriu que 45% dos republicanos apóiam a concessão de poder aos tribunais para fechar veículos de mídia “parciais” – número tido por analistas como “assustador para qualquer um que se preocupe com o futuro da democracia nos EUA”.
 
Durante sua campanha presidencial, Donald Trump repetidamente ridicularizou jornalistas específicos e a mídia de notícias mais amplamente; em um certo ponto ele sugeriu que a Primeira Emenda concede à imprensa “muita liberdade”. Ele continuou a taxar a imprensa de “inimiga do povo norte-americano”.
 
Parece que sua visão da mídia é compartilhada por muitos membros de seu partido.
 
À pergunta “você é favorável ou contrário à concessão de poder aos tribunais para fechar os veículos de mídia por publicarem ou transmitirem matérias que são imparciais ou incorretas?” 45% dos Republicanos responderam que concordariam em conceder aos tribunais tais poderes. Meros 20% disseram se opor à ideia.
 
A pesquisa também descobriu:
 
55% dos republicanos apóiam conceder a permissão aos tribunais de multar veículos de mídia por publicarem matérias que são tidas como “parciais” ou “imprecisas”.
 
Por contraste, somente 12% dos republicanos se opõem a dar aos tribunais poderes de multar veículos de mídia por “parcialidade”.
 
71% dos republicanos confiam em Trump mais do que no Washington Post ou do que no New York Times.
 
Os analistas argumentam que esses resultados claramente indicam que o ódio de Trump pela mídia está fazendo com que mais republicanos vejam a liberdade de expressão da imprensa como um obstáculo a ser superado, ao invés de uma necessidade a ser mantida.
 
“Há muita evidência que sugere que em uma gama de questões, a identificação partidária de alguém tende a guiar atitudes ao invés do contrário”, disse Will Jordan, analista de pesquisas da firma Grupo Global Estratégico, à Vox. “Essa pesquisa parece mostrar como a quebra de normas de Trump está moldando as opiniões dos republicanos”.
 
“Esse dado certamente sugere que Trump está erodindo o apoio dos conservadores à Primeira Emenda”, concluiu Eric Levitz da New York Magazine, “mesmo que uns dos seus apoiadores mais fervorosos se tenham como campeões da liberdade de expressão”.