Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

15/09/2016 às 16:53

Ex-ministro Hélio Costa vai para Conselho de Administração da Oi

Escrito por: Luís Osvaldo Grossmann
Fonte: Convergência Digital

Terminou em acordo a troca de ataques entre o comando da Oi e o fundo Société Mondiale, em uma briga por vagas na cabine de comando do transatlântico em mares revoltos. Como resultado, o grupo que acusava e pedia a expulsão dos portugueses do Conselho de Administração da operadora ajustou-se com duas vagas abertas no colegiado. 
 
Na véspera, o acerto entre as partes já fora avalizado pela 7a Vara Empresarial do Rio de Janeiro, onde corre o processo de recuperação judicial da Oi. Na noite de quarta, 14/9, a operadora confirmou ao mercado. O ex-ministro das Comunicações Hélio Costa, e o ex-presidente do BNDES Demian Fiocca passam a integrar o Conselho. 
 
Na segunda, a Oi já avisara que Marcos Grodetzky estava deixando o Conselho, posto que assumiu como titular em junho último. No mesmo dia, a empresa voltava a comunicar ao mercado sobre mudanças, com a saída de Flávio Nicolay Guimarães, que desde abril de 2015 era diretor de finanças corporativas e de relações com investidores da empresa. 
 
Pelo acordo, a Société Mondiale esquece as ações de reparação de dados contra os diretores indicados pela Portugal Telecom, hoje Pharol, que chegou a sustentar como responsáveis pela situação financeira da operadora. E a Pharol também continua com cinco indicados no Conselho. 
 
O empresário Nelson Tanure, responsável pelo Société, assume como membro suplente do Conselho da Oi, além de Pedro Grossi Junior, Blener Braga Cardoso Mayhew, Luís Manuel da Costa de Sousa de Macedo, Nelson Sequeiros Rodriguez Tanure e José Manuel Melo da Silva.