Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

24/07/2006 às 09:29

Falha do Ibope prejudica 37 canais pagos

Escrito por: Redação
Fonte: Folha de São Paulo

Uma falha na medição do Ibope de audiência da TV paga está prejudicando desde abril 37 canais e favorecendo outros 24 _entre estes, todos os da Globo, como SporTV, Globo News, Telecines e Multishow. Entre os prejudicados estão Cartoon, Fox, HBO, Nickelodeon, Sony, TNT e Warner.

O erro só foi comunicado aos canais e agências de publicidade em circular no último dia 14, mais de três meses após ter sido detectado. E, apesar de prometer regularizar a medição apenas em 15 de agosto, o Ibope informa que os dados serão considerados oficiais, porque seus clientes assim preferiram. A falha ocorreu na medição de audiência na Sky, operadora que serve 970 mil domicílios, quase um quarto do total de assinantes de todo o país.

A Sky inseria sinal na freqüência de cada canal que permitia aos medidores do Ibope, instalados em casas assinantes da operadora, identificar qual deles estava sendo sintonizado. Em abril, segundo a circular, a Sky passou a veicular 'diretamente do Brasil' canais que antes eram 'transmitidos internacionalmente', deixando de irradiar os códigos que permitiam ao Ibope identificá-los.

Conseqüentemente, os 37 canais não estão tendo computadas suas audiênciasna Sky. 'Assim, suas audiências estão subestimadas e, infelizmente, não há como dimensionar as perdas de cada emissora', admite o Ibope na circular.

Já os demais 24 canais não tiveram seus códigos retirados dos sinais da Sky e não perderam audiência. Os canais prejudicados podem ter perdido posições no ranking do Ibope.

Na circular, a direção do Ibope culpa um supervisor, que não teria comunicado a seus superiores a falha na Sky. O Ibope diz que já importou da Finlândia um lote de equipamentos que irá acabar com sua dependência dos códigos da Sky. Esses aparelhos devem estar instalados até 15 de agosto.

A Sky contradiz o Ibope. Diz que informou ao instituto, em outubro de 2005, que faria em maio (e não abril) as mudanças que afetaram os 37 canais, e que alertou sobre a necessidade de revisão da medição.