Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

20/04/2016 às 15:45

Família de jornalista americano decapitado pelo EI processa Síria

Escrito por: Redação
Fonte: Portal Imprensa

A família do jornalista Steven Sotloff, decapitado pelo grupo radical Estado Islâmico (EI), decidiu processar a Síria em um tribunal dos Estados Unidos, ao alegar que o governo do presidente Bashar al-Assad apoiou os jihadistas.
 
De acordo com o Guardian, a família pede US$ 90 milhões em danos compensatórios e punitivos pela morte do jornalista. "O apoio material da Síria para o [Isis] causou o sequestro e assassinato de Steven Sotloff", diz o processo, que classifica o país como patrocinador do terrorismo.
 
Steven Sotloff desapareceu na Síria em agosto de 2013. Ele trabalhava como freelancer para as revistas Time e Foreign Policy. À época, o EI divulgou um vídeo com a decapitação do repórter, justificando a ação pelo fato do governo americano atacar membros do grupo no Iraque