Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

21/10/2014 às 16:02

Futuro está na entrega de conteúdo em múltiplas telas

Escrito por: Leandro Sanfelice
Fonte: Observatório da Imprensa

Para Per Borgklint, vice-presidente sênior e chefe da unidade de suporte a negócios da Ericsson, o futuro do mercado de distribuição de conteúdo de vídeo está na entrega em múltiplas telas. “Existe uma convergência entre conteúdo e distribuição. O mercado deve se adaptar à distribuição de conteúdo de alta qualidade em múltiplas telas. Nesse cenário, o conteúdo se tornará ainda mais valioso”, avalia o executivo. Segundo previsão da própria Ericsson, até 2020, haverá 50 bilhões de dispositivos conectados, dos quais 15 bilhões terão capacidade de vídeo.

Borklint veio ao Brasil acompanhar a participação da empresa na Futurecom 2014, evento realizado nesta semana [passada] em São Paulo. Para os fornecedores, diz, isso significa desenvolver soluções para a entrega de conteúdo online em modelos OTT ou IPTV pelos operadores. “Na feira, exibimos nossa nova geração de soluções de vídeo baseada em nuvem. Os sistemas da Ericsson incluem plataformas de entrega de vídeo e soluções OTT”, conta.

UHD

“A evolução para sistemas de entrega multiplataforma de conteúdo em ultra-alta definição (UHD) dependerá da capacidade das redes e da vontade do consumidor de pagar por esse conteúdo. São necessárias melhores soluções de codificação e transcodificação e redes desenhadas pensando na entrega desse conteúdo”, avalia o executivo.

Novo produto

Neste mês, a companhia apresentou ao mercado a evolução do seu sistema Mediaroom TV (comprada em 2013 da Microsoft). Chamada Ericsson MediaFrist, a solução foi descrita como um produto capaz de oferecer conteúdo da TV paga via Web em qualquer dispositivo, com a adição do conteúdo ao vivo. A previsão da empresa é que o produto chegue ao mercado no segundo semestre de 2015. A interface do usuário apresentada divide-se nas sessões “You”, com conteúdo personalizado gravado em um DVR baseado em nuvem, e “Live TV”, na qual o assinante pode acessar os canais ao vivo disponíveis.

***

Leandro Sanfelice, do Tela Viva News