Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

22/10/2007 às 08:41

Gigantes da mídia em acordo na internet

Escrito por: EFE
Fonte: O Globo Online

Nova York - Os gigantes da comunicação americanos, entre eles Viacom (MTV e Paramount), Disney, Fox e Microsoft entraram em acordo para adotar uma série de medidas para proteger os direitos autorais na internet.

As empresas, que incluem ainda os canais americanos CBS e NBC, se comprometeram a aplicar a tecnologia necessária para eliminar os conteúdos que atentam contra os direitos autorais na rede. Elas destacaram a importância da internet como lugar de criação e de troca de obras audiovisuais, setor que concentra boa parte das iniciativas na quinta-feira.

Entre as empresas signatárias do acordo não está a Google, proprietária do portal de vídeos YouTube e que esta semana adotou uma tecnologia que promete bloquear os conteúdos que burlam direitos autorais.

As medidas, afirmam as empresas, visam destruir o material ilegítimo que os usuários possam introduzir na rede e bloquear qualquer material deste tipo antes que o público tenha acesso. As empresas asseguraram que lutarão contra a pirataria eliminando de suas páginas qualquer link que leve a portais de troca de material pirateado.

Em um comunicado da Viacom, as gigantes das comunicações dizem que vão "continuar inovando" nos conteúdos online que oferecem, mesmo nos desenvolvidos pelos próprios usuários, mas "sempre respeitando a propriedade intelectual dos proprietários desse conteúdo".

- A colaboração entre todos nós e a ajuda das novas tecnologias podem abrir o caminho em direção a um maior crescimento na disponibilidade de vídeos na rede de modo que seja bom para os consumidores e para os proprietários dos direitos autorais - disse o presidente de Walt Disney, Bob Iger, no comunicado.

Os executivos reconhecem a importância da rede como espaço de troca de criações audiovisuais, mas paralelamente asseguram que o número de crimes contra os direitos autorais multiplicou.

- Estes princípios são importantes para estabelecer a internet como uma grande plataforma para o conteúdo audiovisual, que permita inovar e preservar iniciativas para todos os criadores, grandes e pequenos, respeitando os direitos autorais - disse o executivo-chefe da Microsoft, Steve Ballmer.