Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

04/08/2008 às 13:15

GNT relembra fatos marcantes de 1968

Escrito por: Redação
Fonte: Adnews

O moderno conceito de Direitos Civis foi resultado de um percurso de quatro décadas, iniciado com as mortes de Martin Luther King e de Robert Kennedy, ambas em 1968. Fatos marcantes daquele ano são objetos de programas que o canal GNT (Globosat) exibe em agosto. O documentário inédito “O Assassinato de Martin Luther King”, no dia 10, relembra a morte do principal líder negro dos EUA.

Já “O Fim do Sonho Americano”, no dia 14, revive o assassinato de Robert Kennedy. A morte do senador também é retratada no filme “Bobby”, exibido pelo Telecine Premium, em uma programação casada dos canais. E o “The Oprah Winfrey Show”, no dia 14, exibe uma entrevista especial com o diretor do longa-metragem, Emilio Estevez.

“O Assassinato de Martin Luther King”, no dia 10, domingo, à 0h30, relembra o caso que causou comoção mundial. Em abril de 1968, Martin Luther King estava no auge da popularidade. Havia mobilizado a população negra dos EUA contra o apartheid e iniciado a luta para que negros e brancos fossem iguais perante a Lei. Numa tarde, em um hotel em Memphis, Luther King foi assassinado com um tiro certeiro. A busca foi imediatamente centrada em James Earl Ray, um prisioneiro fugitivo. Apesar dos sinais inquietantes, o caso nunca foi reaberto à investigação.

Meses depois do brutal assassinato, outro nome importantíssimo da cena política americana – e mundial – também seria morto. O senador norte-americano Robert F. Kennedy personalizava a esperança de uma vida melhor para os norte-americanos. Até ser assassinado, em junho de 1968. O documentário inédito “O Fim do Sonho Americano”, no dia 14, às21h, mostra entrevistas feitas com testemunhas daquele dia, além de conversar com a família de Sirhan Bishara Sirhan, o imigrante jordaniano considerado culpado. 40 anos depois, a família ainda tenta reabrir o caso e provar a inocência de Sirhan.

No mesmo dia 14, às 22h, o Telecine Premium exibe “Bobby”, que também revive o assassinato de Kennedy. O filme mostra um dia na vida de 22 pessoas que tiveram seus caminhos cruzados na noite do crime. O diretor e roteirista Emilio Estevez também atua no filme, ao lado de um elenco repleto de estrelas como Martin Sheen, Demi Moore, Helen Hunt, Anthony Hopkins, Sharon Stone, entre outros.

Emilio Estevez revela detalhes da produção no “The Oprah Winfrey Show”, no dia 14, às 20h. Ele conta que durante anos quis produzir um filme sobre o senador Bobby Kennedy e que o assassinato o marcou profundamente. Encorajado pelo irmão, Charlie, e pelo pai, Martin Sheen, Emilio juntou um elenco de estrelas e colocou nas telas mais uma superprodução.