Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

13/04/2016 às 15:18

Golpes de Estado midiáticos nasceram na Venezuela, assegura Ramonet

Escrito por: Nicholas Valdés
Fonte: Carta Maior

Jornalista alertou para o fato de a direita está tentando, nestes últimos meses, aproveitar a crise econômica mundial para voltar com métodos diferentes

O conhecido jornalista espanhol Ignacio Ramonet afirmou nesta segunda-feira que foi na Venezuela que aconteceu o primeiro golpe de Estado midiático da história, e que o fato obriga a refletir sobre como utilizar os meios de comunicação no mundo de hoje.
 
No dia 11 de abril de 2002, há 14 anos portanto, houve uma tentativa de derrubar o então presidente Hugo Chávez, o que foi possível, durante algumas horas, especialmente graças ao papel dos meios de comunicação nos eventos que o propiciaram, declarou Ramonet, em entrevista para Prensa Latina, durante o encontro Venezuela en la Encrucijada (“Venezuela na Encruzilhada”), organizado pela Rede de Intelectuais e Artistas em Defesa da Humanidade.
 
Ramonet, que é diretor da versão em espanhol da publicação Le Monde Diplomatique, disse também que essa é a razão pela qual a Venezuela é também o país onde mais se reflete e debate sobre como os meios dominantes manipulam a população.
 
O conhecido jornalista espanhol Ignacio Ramonet afirmou nesta segunda-feira que foi na Venezuela que aconteceu o primeiro golpe de Estado midiático da história, e que o fato obriga a refletir sobre como utilizar os meios de comunicação no mundo de hoje.
 
No dia 11 de abril de 2002, há 14 anos portanto, houve uma tentativa de derrubar o então presidente Hugo Chávez, o que foi possível, durante algumas horas, especialmente graças ao papel dos meios de comunicação nos eventos que o propiciaram, declarou Ramonet, em entrevista para Prensa Latina, durante o encontro Venezuela en la Encrucijada (“Venezuela na Encruzilhada”), organizado pela Rede de Intelectuais e Artistas em Defesa da Humanidade.
 
Ramonet, que é diretor da versão em espanhol da publicação Le Monde Diplomatique, disse também que essa é a razão pela qual a Venezuela é também o país onde mais se reflete e debate sobre como os meios dominantes manipulam a população.