Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

09/08/2016 às 14:55

Governo abandona auditoria de software como medida contra espionagem

Escrito por: Luiz Queiroz
Fonte: Convergência Digital

As medidas de combate à espionagem, previstas no decreto 8.135, durante o Governo Dilma Rousseff, não deram certo, segundo avaliação do Governo Temer. A decisão de exigir uma cláusula nos editais de licitação, de realização de auditorias no código-fonte de software, com o objetivo de garantir maior segurança das informações, praticamente não foi cumprida pelos gestores públicos. 
 
Em nenhum edital foi imposta essa cláusula, apesar da necessidade de se garantir que os dados não fossem violados por empresas estrangeiras prestadoras de serviços ao governo brasileiro.Criado no auge do estremecimento das relações entre os governos norte-americano e brasileiro, após as denúncias de espionagem feitas pelo ex-analista da NSA, Edward Snowden, o decreto 8.135 está sendo revisto, segundo revelou com exclusividade ao portal Convergência Digital o novo secretário de Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento Desenvolvimento e Gestão, Marcelo Pagotti.
 
En entrevista à CDTV do portal, Pagotti fala das novas medidas que estão sendo tomadas para garantir que as informações do governo não sejam espionadas por outros países no futuro. Assistam:
 
Assista ao video: https://youtu.be/Km9xeL3Ui7A