Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

23/11/2011 às 11:04

Homenagem a Mário Lago

Escrito por: Patrícia Saldanha
Fonte: Ministério da Cultura

Seminário sobre a vida e a obra do artista comemora os cem anos de seu nascimento

A Fundação Casa de Rui Barbosa, vinculada ao Ministério da Cultura (FCRB/MinC), e o Museu da Imagem e do Som (MIS) promovem um seminário em homenagem ao centenário do ator e compositor Mário Lago, que se completa no próximo sábado (26). O evento será realizado nesta quarta-feira (23), a partir das 10h, na sede da Casa de Rui Barbosa, no Rio de Janeiro (Rua São Clemente, 134 – Botafogo ). Serão três mesas redondas para discutir a contribuição do artista à vida política e cultural do país. Na ocasião, haverá o lançamento da nova edição da biografia Mário Lago: boemia e política, da escritora Mônica Velloso, e shows musicais no encerramento das atividades.

Seminário
O evento promovido pela FCRB e o MIS terá entrada franca e será realizado no auditório da Casa de Rui Barbosa. A primeira mesa redonda, com início marcado para às 10h30, vai abordar o tema Mário Lago e o Rio de Janeiro, e terá como debatedores a presidente do Museu da Imagem e do Som, Rosa Maria Araújo, que coordenará os trabalhos; a pesquisadora da FCRB e escritora da biografia de Mário Lago, Mônica Velloso; a crítica de Teatro e professora de História do Teatro, da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UniRio), Tânia Brandão; e o jornalista, escritor e pesquisador da Música Popular Brasileira, João Máximo.

A segunda mesa, com início às 14h, vai discutir o tema Mário Lago e a Política e será coordenada pela diretora de Pesquisa da FCRB, Chistiane Laidler, e contará com as participações da jornalista Sônia Virgínia Moreira e do ator Gracindo Junior.

A terceira e última mesa, a partir das 16h, intitulada Na Rolança do Tempo: memória e boemia contará com a coordenação da vice-presidente do Museu da Imagem e do Som, Rachel Valença, e como painelistas a filha de Mário Lago, Graça Lago, o jornalista, escritor e pesquisador da Música Popular Brasileira, Sérgio Cabral, e o advogado Modesto Silva.

No encerramento das atividades, haverá um espetáculo com apresentações de histórias e canções de Mário Lago, interpretadas pela dupla Chamon e Mariozinho Lago.

Saiba mais sobre Mário Lago