Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

12/04/2016 às 15:56

Imprensa oficial defende censura a revistas estrangeiras após crítica ao governo chinês

Escrito por: Redação
Fonte: Portal Imprensa

A imprensa oficial chinesa defendeu a censura aos sites das revistas Time e The Economist no país, que avaliaram que Pequim deve "conter a ideologia ocidental na rede". As páginas foram bloqueadas neste mês após artigos críticos ao presidente Xi Jinping. 
 
De acordo com a EFE, o jornal Global Times, ligado ao governante Partido Comunista, alegou que a China deve manter estrito controle de conteúdos nas redes. "Por que os veículos de imprensa ocidentais odeiam tanto a Grande Muralha da internet China?", questiona no título de seu artigo de opinião.
 
"A internet herdou naturalmente elementos ocidentais, como suas leis e sua ordem, e a Grande Muralha da internet  — termo com o qual é conhecida a censura chinesa na rede — reduziu as tentativas de penetrar na China ideologicamente", escreveu.
 
O jornal ressalta que a censura no país pode não ser necessária no futuro se a influência da China se estender no mundo e a internet deixar de apresentar viés ocidental. "A China pode se comunicar com o resto do mundo, mas ao mesmo tempo as opiniões ocidentais não podem entrar tão facilmente como ferramentas ideológicas", acrescentou.