Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

17/07/2012 às 06:34

Impulso industrial em TI

Escrito por: Redação
Fonte: Correio do Povo (RS)

Na manhã de ontem, o governador Tarso Genro esteve na região Metropolitana de Porto Alegre inaugurando três plantas industriais na área da Tecnologia da Informação. O Secretário de Desenvolvimento e Promoção do Investimento do Estado, Mauro Knijnik, acompanhou as atividades, que começaram às 9h30min em Alvorada, com a inauguração da nova sede industrial da Digitel S.A., desenvolvedora de produtos para comunicações, como roteadores, rádios digitais e modens.

Às 10h40min, a comitiva do governo do Estado chegou à nova unidade da Altus, em Sapucaia do Sul. Construída em uma área de 3,5 mil metros quadrados e em funcionamento há cerca de um ano, a nova sede é destinada à fabricação exclusiva de painéis e ficará responsável pela produção dos itens para plataformas de petróleo P-58 e P-62, da Petrobras, das oito primeiras plataformas para produção em larga escala do pré-sal, além de desenvolver painéis de automação.

Esta é a terceira unidade da empresa no Estado. A primeira foi instituída dentro do Parque Tecnológico de São Leopoldo (Tecnosinos), e a segunda é uma sede administrativa, que possui dez funcionários em Porto Alegre. Dando sequência às atividades, às 11h30min, o governador chegou ao Tecnosinos para participar da cerimônia de início das obras de ampliação da sede da SAP - Labs Latin America. A empresa alemã, instalada no complexo tecnológico, é a maior produtora de softwares de gestão empresarial do país e a segunda maior fornecedora de softwares, em escala mundial. As obras devem ficar prontas em 70 dias. Com o novo espaço, a produção mensal da SAP deverá dobrar.

Conforme a diretora do parque tecnológico, Susana Kakuta, a ampliação das duas empresas mostra boas perspectivas no setor da inovação. "Esse é o papel do Tecnosinos, dar o pontapé inicial para que as empresas se desenvolvam para novas áreas e ampliem os serviços prestados no parque", destacou Suzana.

Juntas, as três empresas representam investimentos de R$ 62 milhões em suas novas estruturas - um passo importante para o desenvolvimento industrial no Rio Grande do Sul, de acordo com o secretário Mauro Knijnik. "São empresas com grande potencial em áreas significativas para a política de incentivos do Estado", argumentou ele.