Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

23/10/2013 às 09:32

Intel investe em laboratórios de criação em universidades

Escrito por: Redação
Fonte: ABINEE

Com foco na evolução do nível dos futuros profissionais de Tecnologia da Informação do País, a Intel vai investir R$ 300 milhões em pesquisas e desenvolvimento no Brasil nos próximos cinco anos. E um dos primeiros passos deste projeto é um acordo firmado entre a empresa norte-americana e instituições nacionais de ensino de renome para a criação de laboratórios de alta tecnologia focados no desenvolvimento de aplicações móveis.

"As universidades geram inovação e gostaríamos que as pessoas desenvolvessem essas novas ideias para produtos pensados pela Intel", explica Nuno Simões, diretor de software da Intel Brasil. O primeiro laboratório desenvolvido pela Intel a partir deste novo projeto foi inaugurado ontem (21) no campus Santo Amaro do Centro Universitário Senac. O próximo será inaugurado em breve no Senai-BA.

Os laboratórios foram pensados para criação de dispositivos móveis baseados na plataforma Android, sistema operacional do Google. Morris Beton, gerente geral de alianças estratégicas do grupo de softwares e serviços da Intel, explica a escolha da empresa em investir seus esforços no desenvolvimento de aplicativos para Android. "A Intel fez sua história trabalhando com a Microsoft, mas a tecnologia ganhou uma nova direção. O mundo Android é incrivelmente importante".

O acordo da Intel com as universidades brasileiras prevê que as instituições devem ceder um espaço físico de seus prédios e a empresa fica a cargo de fornecer a tecnologia. "O Senac entra com o espaço, as máquinas também são nossas. A Intel fica responsável pelos hardwares. O maior interesse deles é o acesso aos nossos alunos e professores", explica Daniel Corrêa, diretor de pós-graduação e extensão universitária do Centro Universitário Senac. Beton complementa: "A universidade é o melhor lugar para influenciar essas inovações criativas". Entre os hardwares fornecidos pela Intel, estão equipamentos como tablets de última geração, placas de alto desempenho e câmeras de captação de movimento.

A princípio, apenas o Senac Santo Amaro e o Senai-BA são instituições parceiras da Intel no projeto. Mas Simões não descarta a inclusão de novas universidades em breve. "Podemos ter mais algumas (universidades), mas agora é preciso diminuir o ritmo de abertura de portas para executarmos o que já foi planejado. Estamos chegando no limite, mas há espaço para mais instituições".

Para a Intel, o projeto traz a perspectiva de fomentar o já aquecido mercado de TI no Brasil. De acordo com dados divulgados recentemente pelo IDC, este mercado cresce 11% ao ano no País contra 5% das nações desenvolvidas, como EUA e Europa. "Queremos achar mão de obra qualificada", diz Simões. Do lado do Senac, a parceria é vista como uma afirmação da qualidade do ensino oferecido pela instituição. "A gente quer oferecer para o aluno o melhor ambiente educacional possível, conteúdo e estrutura".

A adoção do uso de dispositivos móveis pessoais como tablets e smartphones no ambiente de trabalho - prática batizada de consumerização - cria um aumento na procura por soluções criadas pelo novo laboratório. "Haverá forte demanda por aplicações corporativas de mobilidade no Brasil e no mundo. A Intel quer ajudar os desenvolvedores brasileiros a explorar esse mercado potencial e preparar jovens profissionais para o futuro", conta Nuno.

O anuncio oficial da inauguração do laboratório foi feito durante o Intel Software Day, evento criado pela empresa e voltado aos profissionais, acadêmicos e estudantes da área de desenvolvimento de softwares. A Intel também lançou uma nova ferramenta para criação de aplicativos multiplataforma utilizando HTML5, batizado XDK NEW.

A plataforma nasce para facilitar a criação de aplicações hibridas, com foco maior em aparelhos móveis. A ferramenta tem suporte nos três principais sistemas operacionais: Windows, Linux e MacOS. O XDK NEW também permite desenvolver, testar, depurar, emular e compilar na nuvem (cloud, termo designado para se referir ao armazenamento de dados na internet).

Além de aplicações para dispositivos móveis, o KDX NEW também permite o desenvolvimento de Web Apps, usados em navegadores como Chrome, Internet Explorer e Friefox, por exemplo. Tanto o KDX NEW quanto o armazenamento dos dados na nuvem nascem gratuitos.

Brasil Game Show

A Intel também reserva novidades para a próxima Brasil Game Show, que acontece entre os dias 26 e 29 de outubro em São Paulo. Durante a maior feira de jogos da América Latina, a empresa mostra, ao lado da Kingston HyperX, novas tecnologias como os processadores Intel Core de 4ª geração e a linha Extreme Edition, além da tecnologia Intel Iris, que traz o dobro do desempenho gráfico em notebooks e ultrabooks.