Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

07/12/2015 às 14:29

Jornalista acusado de divulgar 'falsas notícias' terá novo julgamento no Egito

Escrito por: Redação
Fonte: Portal Imprensa

O Tribunal Penal do Cairo marcou para o dia 6 de janeiro de 2016 o julgamento do jornalista Ahmed Abdullah, da Al Jazeera, acusado no chamado caso "Marriot Cell", que chegou a condenar a 7 anos de prisão os jornalistas Peter Greste, Mohamed Fahmy e Baher Mohamed.
 
De acordo com o Daily News Egypt, Abdullah enfrenta várias acusações, incluindo pertencer a um grupo terrorista, violar a privacidade dos cidadãos e prejudicar a unidade nacional.
 
Shaaban Al-Sayed, advogado de defesa do jornalista, diz que as denúncias não foram totalmente investigados e não há nenhuma prova de envolvimento de Abdullah.
 
O caso "Marriot Cell" inclui 20 réus acusados ??de coletar vídeos no Marriot Hotel e propagar notícias falsas para prejudicar a segurança nacional do Egito.
 
A ONG Repórteres Sem Fronteiras condenou a detenção dos jornalistas e considerou o ato uma violação explícita da liberdade de expressão no país.