Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

14/10/2015 às 16:26

Jornalista da Al-Jazeera diz que premiê canadense o abandonou no Egito

Escrito por: Redação
Fonte: Portal Imprensa

Jornalista criticou atuação de primeiro-ministro canadense em seu caso no Egito

O jornalista canadense Mohamed Fahmy, do canal árabe Al Jazeera, disse que se sentiu "traído e abandonado" pelo primeiro-ministro Stephen Harper durante os dois anos em que ficou preso no Egito.
 
De acordo com a Associated Press, a declaração foi feita durante uma entrevista coletiva dois dias depois de seu retorno ao Canadá. "O nosso primeiro-ministro delegou sua responsabilidade parar pessoas que não tinham cacife para realmente me tirar de lá", disse.
 
Em agosto de 2013, Mohamed Fahmy e Baher Mohamed, além do australiano Peter Greste  – que foi expulso do Egito – haviam sido condenados pelo tribunal egípcio por terem "difundido informações falsas e trabalharem sem permissão". Os profissionais receberam perdão presidencial no mês passado, após dois anos de um imbróglio nos tribunais do país.
 
A absolvição ocorreu durante um júri que reuniu mais de uma centena de presos que aguardavam a decisão do presidente Abdel Fatah al-Sissi. Os jornalistas corriam o risco de enfrentar penas de sete a dez anos de prisão.