Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

16/11/2015 às 13:44

Jornalistas estão entre as vítimas de atentado terrorista em Paris

Escrito por: Redação
Fonte: Portal Imprensa

Guillame e Mathieu foram mortos no ataque à casa de show Le Bataclan

Os jornalistas franceses Guillame B. Decherf e Mathieu Hoche estão entre as vítimas dos atentados da última sexta-feira (13/11) em Paris. Os corpos de 103 pessoas mortas pelos terroristas foram identificados, informou o primeiro-ministro da França, Manuel Valls.
 
De acordo com a AFP, Decherf, que prestava serviços para a revista Les inRocks desde 2008, era especializado em música e estava no Bataclan acompanhando a apresentação da banda americana. O repórter já passou por outras publicações como Metro, Rolling Stone e Libération, conforme o perfil publicado no LinkedIn. Colegas da revista na qual ele trabalhava afirmaram estar "chocados" por sua morte e disseram que ele tinha duas filhas. 
 
Hoche trabalhava para a France 24 TV e estava no Bataclan acompanhando o show da banda "Eagles of Death Metal". Um colega informou pelo Twitter que o jornalista deixa um filho de seis anos. Ao menos 132 pessoas morreram, enquanto mais de 350 ficaram feridas nos ataques. 
 
Os ataques
 
Pelo menos cinco locais foram alvo de ataques simultâneos. Na casa de shows Bataclan, na boulevard Voltaire, no 11º distrito, atiradores fizeram reféns e dispararam contra o público que assistia ao show da banda "Eagles of Death Metal". Mais de 70 reféns foram mortos.
 
Nas proximidades do Stade de France, bairro de Saint Dennis, no norte de Paris, um ataque supostamente lançado por um suicida ocorreu próximo ao estádio onde França e Alemanha disputavam uma partida de futebol. Autoridades confirmaram quatro mortos e mais de 50 feridos.
 
No último sábado (14), o grupo radical Estado Islâmico reivindicou a responsabilidade pelos ataques. Em uma declaração oficial, os jihadistas afirmaram que seus combatentes presos a cintos com explosivos e carregando metralhadoras promoveram os ataques em vários locais no centro da capital francesa que foram cuidadosamente planejados.