Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

15/10/2013 às 09:32

Lei Roberto Carlos

Escrito por: Redação
Fonte: ABINEE

No momento em que se discute a necessidade de autorização para biografias, vai ser realizado o 1º Festival de Biografias no país. O encontro, de 14 a 17 de novembro, em Fortaleza, já tinha sido marcado antes da polêmica.

Segue...
Mário Magalhães, autor da biografia de Carlos Marighella, é o curador do debate que reunirá Fernando Morais, João Máximo, Ruy Castro e Paulo Cesar de Araújo, que fez a biografia, censurada, de Roberto Carlos.

Calma, gente...
Fagner, o cantor, também está chateado com a turma do Procure Saber, alvo, no momento, de fogo cerrado por ter apoiado Roberto Carlos nesta questão das biografias. Diz que, durante seis anos, ele e um grupo de artistas brigaram no Congresso pela aprovação da PEC da Música, que isenta de impostos a produção de CDs e DVDs de artistas brasileiros e será promulgada hoje.

Agora...
Segundo ele, após a aprovação, tem artista do Procure Saber "aceitando os louros por algo que não fez".

Acabou em samba...
De Beto Silva, o Casseta, sobre a Lei Roberto Carlos, no Facebook: "Se um sujeito tiver dupla personalidade e escrever uma autobiografia, a outra personalidade tem que autorizar? E, no caso de uma biografia alavancar de novo a carreira de um músico, o biógrafo deve ter participação nas vendas dos CDs?"

Boletim médico
Carlos Heitor Cony, de 87 anos, foi internado ontem no Pró Cardíaco, com uma pequena hemorragia. Ele sofreu uma queda em Frankfurt, há alguns dias. Melhoras.

De volta
Joana, a cantora, que enfrentou um período de depressão, vai voltar aos estúdios depois de três anos. Gravará um CD só com músicas de compositores portugueses.

A resistência
Mais um livro alusivo aos 50 anos do Golpe de 1964. Organizado por Daniel Souza, filho do saudoso Betinho, a obra vai trazer 50 depoimentos de gente que resistiu à ditadura. Terá trechos póstumos, como os de Alcione Araújo, Apolônio de Carvalho, Henfil e do próprio Betinho.

Morte cabeluda
A editora Sonora lança este mês a biografia "Moreira da Silva, o último dos malandros", escrita por Alexandre Augusto. Também conhecido como Kid Morengueira (1902-2000), ele é apontado como o criador do samba de breque. Moreira morreu, aos 98 anos, daquilo que o malandro bem-humorado chamava de "morte cabeluda": câncer de próstata.

Monsieur Verissimo
"Os espiões", de Luis Fernando Verisssimo, será publicado na França.

Black Bloc chique
O espaço do jovem executivo, criado pelos arquitetos Fábio Bouillet e Rodrigo Jorge, na Casa Cor deste ano, na Barra, tem uma máscara do Anonymous, símbolo do lado mais violento dos protestos. A exemplo do que ocorre com a imagem de Che Guevara, quem sabe esta turma termina cooptada pelo capitalismo.

Vítima de estupro
A 17ª Câmara Cível do Rio condenou o espólio de um cirurgião plástico a indenizar em R$ 500 mil uma cliente, vítima de estupro, e seu marido. Acusado de dopar e violentar a paciente dentro do consultório, em 1996, o médico foi condenado a seis anos de prisão em regime semiaberto e teve o registro profissional cassado. O ex-doutor morreu em 2011.

Viaduto para ônibus
Com o BRT Transcarioca, a chegada ao Aeroporto Internacional Tom Jobim ganhará um refresco. É que o local terá um novo viaduto exclusivo para o ônibus articulado no acesso ao Terminal 1, em dezembro. O investimento é de cerca de R$ 7 milhões.

Melhor assim
Manoel Rangel, diretor da Ancine, diz que alguns cineastas "aproveitam de tudo para fazer maldades". Diz que não foi ao enterro de Norma Bengell porque está no exterior. Mas garante que a agência, diferentemente do que saiu aqui, mandou uma coroa de flores.

Haja xícara!
A Câmara Municipal do Rio lançou uma licitação para contratar uma empresa que forneça todo mês 90kg de leite em pó, 600kg de café em pó e 700kg de açúcar. O valor total do contrato, que vai durar um ano, é estimado em R$ 123.660.