Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

14/04/2011 às 13:27

Linux faz 20 anos e fica mais fácil de usar

Escrito por: Alexandre Orrico
Fonte: Folha de S. Paulo

O sistema operacional Linux está em 95% dos supercomputadores do mundo e roda nos servidores que suportam os sites Amazon, Facebook, Twitter e Google, apenas para citar alguns exemplos.

Nada mal para um programa que nasceu como hobbie, sem qualquer ambição, há 20 anos. "Olá, todo mundo. Estou fazendo um sistema operacional gratuito (apenas um hobby, não será algo grande ou profissional) e ele está começando a ficar pronto". Este é um trecho da mensagem que Linus Torvalds, programador, enviou em 1991 para um grupo de discussão de e-mail.

Anexado à mensagem, Linus liberou a primeira versão do que hoje é o Linux.

O programa equipa ainda câmeras fotográficas, esteiras de corrida, caixas eletrônicos de bancos e é o motor do sistema para smartphones mais utilizado do planeta, o Android.

Jim Zemlin, diretor da Linux Foundation, em entrevista ao site "Network World", disse que o Linux superou a Microsoft em "quase todos os mercados, incluindo computação móvel e de servidores". "Acho que nós não nos importamos mais com a Microsoft. Ela era a nossa principal concorrente, mas agora é como chutar um cachorrinho", disse.

Zemlin diz que enquanto as ações da Microsoft têm caído vertiginosamente, os papéis de companhias baseadas em Linux, como a Red Hat, seguem subindo.

"O Linux começou humildezinho como um projeto de um estudante em Helsinki para algo que hoje responde pela maior parte do tráfego na internet", completa.

Comemorações
Em comemoração aos 20 anos do projeto, a Fundação Linux (www.linuxfounda tion.org) lançou um site que traz, além de vídeo e infográfico com a linha do tempo do sistema, informações sobre o calendário de comemorações, que inclui a convenção LinuxCon em Vancouver (Canadá), de 17 a 19 agosto.

Também terá um concurso de design de camisetas especiais para a data e é possível gravar mensagens em vídeo para compartilhar com outros usuários em uma seção especial chamada Video Booth, que estará na página da fundação Linux durante o ano inteiro.