Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

26/11/2014 às 12:01

Mostra de cinema em Brasília exibe filmes sobre os Direitos Humanos

Escrito por: Redação
Fonte: Correio Braziliense Online

As exibições acontecem no Cine Brasília a partir desta quarta-feira (26/11)

Com entrada franca, a 9ª Mostra Cinema e Direitos Humanos no Hemisfério Sul entra em nova fase, a partir desta quarta-feira (26/11), no Cine Brasília (EQS 106/107), com projeção de 33 filmes. Até 30 de novembro, uma exibição competitiva movimenta a programação do evento que cerca temas ligados a torturados, a deficientes, a indígenas, a grupos LGBT e a outras minorias.

Nesta quarta, às 14h, a grade traz curtas como Growing (da Jordânia), que reflete a expansão do leque de países produtores de audiovisual contemplados na mostra, entre os quais o Egito. No curta-metragem, uma arma de brinquedo afeta o crescimento do protagonista.

Ainda no primeiro dia, dedicado à largada da mostra competitiva, será exibido Relíquia, que fala sobre amizade e soma (e não pelas diferenças) entre personagens de gerações e classes. Também nacional, o curta brasiliense Meu amigo Nietzsche traz mais uma chance de comprovar o talento do cineasta Fáuston da Silva. Exemplar da Venezuela, Galus Galus revela a quebra no triste e saturado cotidiano associado ao lixo em que está inserido o protagonista.

No primeiro dia da 9ª Mostra Cinema e Direitos Humanos no Hemisfério Sul, também será aberta a programação de homenagem à diretora Lúcia Murat, que foi presa em 1971, durante a ditadura no Brasil. Rodado em parte na capital, Doces poderes (1997), atração das 20h, mostra negociatas e corrupções difundidas na teia dos jogos de poder abastecidos por campanhas eleitorais.

Nesta quinta-feira (27/11), no bloco de filmes separados para as 14h, o curta colombiano Acabou a noite horrível apresenta transformações sociais garimpadas no exame de 65 anos de registros feitos pelo cineasta Roberto Restrepo, e que permanceram inéditos até a recriação desse curta-metragem.