Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

18/11/2013 às 11:03

Nasa deve lançar nesta 2ª nave que estudará atmosfera de Marte

Escrito por: Redação
Fonte: G1

Lançamento está previsto para as 16h28 pelo horário de Brasília.Sonda Maven sairá com foguete Atlas V de Cabo Canaveral, na Flórida.

A agência espacial americana tem tudo pronto para o lançamento, nesta segunda-feira (18) do foguete Atlas 5 que transportará a cápsula Maven em uma missão destinada a descobrir como Marte perdeu sua atmosfera.

Os meteorologistas da Nasa disseram neste domingo que havia 60% de probabilidades de condições propícias para o lançamento desde a estação de Cabo Canaveral (Flórida), programado para às 16h28, horário de Brasília.

A cápsula, cuja sigla em inglês Maven corresponde a Evolução Atmosférica e Volátil de Marte, deve demorar até 10 meses até chegar à órbita do planeta vermelho.

O período propício para o lançamento se estende desde esta segunda até 7 de dezembro, com uma possível extensão do prazo até o dia 15. Se não for possível fazer o lançamento dentro deste período, a Maven deverá esperar outros 26 meses (2 anos) para o envio adequado da Terra a Marte.

Bilhões de anos atrás, segundo os astrônomos, Marte foi um planeta quente com uma atmosfera densa e grandes volumes de água na superfície.

Com a passagem do tempo, Marte perdeu a maior parte de sua atmosfera e se transformou em um planeta onde a densidade atmosférica é equivalente a apenas 1% da terrestre. Os cientistas esperam que  a Maven, uma missão de US$ 671 milhões, possa resolver este mistério.

Para isso, em março de 2014, ela  iniciará uma "dança orbital" elíptica que a colocará às vezes a cerca de 150 quilômetros da superfície marciana e outras vezes a cerca de 6 mil quilômetros.

Os cientistas da Nasa explicaram que no curso de um ano a cápsula empregará seus oito instrumentos para estudar a atmosfera superior de Marte e o vento solar, a corrente de partículas solares carregadas que Marte despojou da maior parte de sua atmosfera.

Também cumprirá uma missão adicional servindo como estação de substituição para as comunicações entre a Nasa em Terra e seus dois robôs exploradores em Marte, o Opportunity e o Curiosity.

Até agora, estas funções foram exercidas pelo satélite Mars Odyssey, lançado em 2001, e o Mars Reconnaissance Orbiter, lançado em 2005.

Ambos os satélites, segundo a Nasa, estão em boas condições e seguem funcionando. Portanto,  a Maven, pelo menos durante seu primeiro ano em órbita, será usada como um suplente.