Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

30/01/2014 às 14:12

NSA espionou negociadores da Conferência de Copenhague de 2009

Escrito por: Redação
Fonte: G1

Documento vazdo por Snowden foi divulgado pelo The Huffington Post.\nAgência dos EUA teria monitorado conversas para avisar americanos.

A Agência de Segurança Nacional (NSA, na sigla em inglês) dos Estados Unidos monitorou as comunicações de outros governos antes e durante a Conferência sobre Mudanças Climáticas das Nações Unidas em 2009, informa um documento vazado pelo ex-analista da NSA Edward Snowden e divulgado pelo portal de notícias e blogs americano "The Huffington Post".

O documento foi publicado na rede interna da NSA no dia 7 de dezembro de 2009, o primeiro dia da conferência, e indica que "analistas aqui na NSA, assim como nossos parceiros, irão continuar a fornecer aos formuladores de políticas visões únicas e valiosas sobre as preparações e objetivos de países-chave para a conferência, assim como as deliberações entre os países sobre mudanças nas políticas de clima e estratégias de negociações."

Os parceiros aos quais o documento se refere são as agências de inteligência do Reino Unido, Canadá, Austrália e Nova Zelândia. "Enquanto o resultado da conferência permanece incerto, os sinais de inteligência irão sem dúvida ter um papel significante em manter nossos negociadores o mais bem informados possível durante as duas semanas do evento", diz o texto.

A Conferência sobre Mudanças Climáticas da ONU de 2009 foi a 15 do tipo a ser realizada, a primeira desde a eleição de Barack Obama nos EUA. Havia a expectativa de grandes avanços. Entretanto, se encerrou com um acordo mínimo e sem unanimidade.

O documento vazado por Snowden indica que a NSA planejava recolher informações conforme os líderes e negociadores dos países realizassem reuniões privadas durante a conferência. Os dados obtidos muito provavelmente seriam fornecidos aos participantes americanos, como a então secretária de Estado Hillary Clinton.

O texto não detalha como a NSA pretendia continuar recolhendo informações durante a conferência.