Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

10/10/2013 às 08:01

Pai de Snowden diz que filho pode se sentir seguro na Rússia

Escrito por: Redação
Fonte: Exame

"Não tenho certeza se meu filho vai poder voltar algum dia aos Estados Unidos", disse o pai do ex-técnico da NSA após se encontrar com seu filho

Moscou - Lon Snowden, o pai do ex-técnico da Agência Nacional de Segurança (NSA) dos Estados Unidos, Edward Snowden, que revelou uma trama de espionagem de seu país, afirmou nesta quinta-feira que a Rússia é "um dos poucos lugares" onde seu filho pode "se sentir seguro".

Lon, que chegou hoje a Moscou para visitar seu filho que vive refugiado em um local não conhecido na Rússia, fez a declaração em um pronunciamento ao vivo para a televisão do país.

"Ficarei completamente satisfeito se meu filho continuar sua vida na Rússia", disse.

No entanto, na mesma aparição na televisão estatal, o advogado de Snowden, Anatoli Kucherena, disse que o carro no qual circulava o pai do ex-técnico da NSA foi "seguido por cinco veículos".

"A única coisa em que (Snowden) deveria pensar e nós, os que estamos com ele, é na questão da segurança. Quando estávamos a caminho (da televisão), éramos seguidos por cinco carros. O que temos que fazer nessa situação?".

"Eu entendo que há muito interesse, mas pediria que levassem em conta que se trata da segurança de Edward. Entendo que todos queiram saber aonde irão se reunir pai e filho, mas nós temos, antes de tudo, que pensar em sua segurança".

Lon Snowden agradeceu ao fundador do Wikileaks, Julian Assange, por tudo o que fez por seu filho desde que teve que fugir de Hong Kong, após revelar a espionagem em massa das comunicações pelos serviços secretos dos EUA, mas disse que não sabe qual é a relação que Edward tem agora com essa organização.

Por outro lado, em entrevista à rádio "Golos Rossii", o advogado disse que Lon está muito contente com a possibilidade de reencontrar seu filho.

Kucherena afirmou que preparou "um programa de atividades" para o pai de Snowden, "já que é a primeira vez que vem a Moscou".

"Edward Snowden está bem, estuda russo, e com bastante progresso", disse o advogado.

Acrescentou que ontem lhe deu o livro "Doutor Zhivago", de Boris Pasternak, e várias obras de (Alexander) Solzhenitzin, o dissidente soviético que revelou ao mundo os horrores dos gulags (os campos de concentração) stalinistas.

Lon Snowden aterrissou esta manhã no aeroporto de Sheremetievo, o mesmo em que seu filho permaneceu por cinco semanas sem poder viajar, nem sair dali, por falta de documentos, antes de receber asilo da Rússia.

"Não tenho certeza se meu filho vai poder voltar algum dia aos Estados Unidos", disse à imprensa Lon Snowden após sua chegada.

"Não quero falar de aspectos jurídicos. Isso é assunto para o advogado Kucherena. O que quero é que meu filho esteja seguro e em liberdade", acrescentou.

O ex-técnico da NSA, que obteve asilo temporário na Rússia em agosto, vive em um local desconhecido.

Edward Snowden chegou a Moscou no dia 23 de junho, em um voo procedente de Hong Kong, após ter revelado a trama de espionagem, mas não pôde seguir viagem para a América Latina, após as ofertas de asilo de países como Bolívia e Venezuela, porque os Estados Unidos cancelaram todos os seus documentos.

Mais de um mês depois, obteve asilo por um ano na Rússia, o que gerou uma grave crise diplomática entre Washington e Moscou e levou, inclusive, ao cancelamento por parte do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, de uma reunião com seu colega russo, Vladimir Putin.