Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

04/04/2017 às 18:57

Pequenos provedores ficam com metade dos novos acessos em banda larga

Escrito por: Luís Osvaldo Grossmann
Fonte: Convergência Digital

O Brasil encerrou fevereiro com 26,86 milhões de acessos de banda larga fixa, mantendo-se como o único dos segmentos de serviços de telecomunicações a apresentar crescimento contínuo, enquanto a telefonia, fixa e móvel e a TV por assinatura encolhem. No mês o crescimento foi de 0,26%, ou 69,7 mil novos acessos. Em 12 meses, porém, foram 1,23 milhão de novos assinantes, um crescimento de 4,81%. 
 
Os números divulgados pela Anatel nesta terça 4/4, mostram não apenas que a demanda continua, mas que metade dos novos internautas são atendidos por empresas menores, fora dos grandes grupos econômicos. Desse 1,23 milhão em 12 meses, 614,5 mil, ou 49,8% do total são acessos em empresas com menos de 50 mil clientes. Juntas, essas empresas já respondem por 26,22% do total – ou 2,95 milhões de internautas. 
 
Não que o mercado tenha passado por uma forte desconcentração. As três maiores empresas de telecom que atuam no Brasil, Telefônica, Claro e Oi, ainda detém mais de 8 em cada 10 acessos: em fevereiro, 83,24% do mercado, ou 22,35 milhões de acessos de banda larga fixa. Ainda assim o percentual é ligeiramente menor que o registado há 12 meses, quando as três juntas detinham 85,33% desse mercado.