Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

14/12/2011 às 11:00

Pontos de Cultura

Escrito por: Patrícia Saldanha
Fonte: Ministério da Cultura

MinC, Ipea e Frente Parlamentar de Apoio à Cultura lançam livro sobre o Cultura Viva nesta quarta-feira

Uma reflexão crítica e avaliativa sobre as ações dos Pontos e Pontões de Cultura, em seus primeiros sete anos de existência, é o tema do livro Cultura Viva – As Práticas de Pontos e Pontões que será lançado nesta quarta-feira (14), no Auditório da TV Câmara, na Câmara dos Deputados, em Brasília, às 16h. A obra é um estudo realizado pela Diretoria de Estudos e Políticas Sociais do Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea), a pedido da Secretaria de Cidadania Cultura do Ministério da Cultura (SCC/MinC), gestora do programa.

O lançamento do livro conta com o apoio da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Cultura. Foi um trabalho de três anos de pesquisa, com foco na atuação dos Pontos de Cultura e na avaliação dos proponentes dos projetos culturais sobre suas práticas simbólicas, buscando identificar as principais dificuldades encontradas e os impactos sociais causados pelo programa, em seus sete primeiros anos de existência. A estratégia de atuação foi a de acompanhar o trabalho nos Pontos e Pontões de Cultura e a realização de entrevista com seus integrantes.

O resultado do estudo foi sistematizado pelo Ipea em um livro que contém, além da avaliação do desempenho dos Pontos de Cultura, do Programa Cultura Viva da SCC/MinC, uma proposta de aperfeiçoamento do Programa, que será divulgada no dia do lançamento da obra. A partir da divulgação do livro, será formado um Grupo de Trabalho, na SCC/MinC, para discutir o processo de aperfeiçoamento do Programa Cultura Viva.

Estarão presentes na solenidade de lançamento, a secretaria de Cidadania Cultural do Ministério da Cultura, Márcia Rollemberg, o presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, Márcio Pochmann, a deputada federal presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Cultura, Jandira Feghali, e o coordenador de Saúde e Cultura da Diretoria de Estudos e Políticas Sociais do Ipea, Frederico Barbosa, que irá fazer a apresentação do proposta de redesenho do programa do MinC.