Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

09/10/2014 às 16:21

Presidente do conselho do Google diz que espionagem dos EUA pode "quebrar a internet"

Escrito por: Redação
Fonte: Portal Imprensa

Representantes das principais empresas de tecnologia dos EUA participaram na última quarta-feira (8/10) de um debate organizado pelo presidente da Comissão de Finanças do Senado norte-americano, Ron Wyden. O presidente do conselho administrativo do Google, Eric Schmidt, afirmou que a espionagem da Agência Nacional de Segurança (NSA, na sigla em inglês) pode "quebrar a internet".

Segundo a revista Fortune, o encontro acontece semanas antes de uma potencial votação no Congresso de uma lei que impedirá a NSA de coletar informações de provedores de internet. Ainda de acordo com Schmidt, o impacto dessa espionagem "é grave e piora". "Só porque você pode fazer, não significa que você deveria fazer", acrescentou.

Brad Smith, vice-presidente executivo da Microsoft, também participou do evento. "Mesmo que você salve seu conteúdo em nossos centros de dados, você ainda é dono dele, e ainda tem direito às proteções legais da Constituição. Essa é uma das razões pelas quais precisamos que o Congresso aja", disse.

Além dos dois, também foram convidados do evento Colin Stretch, chefe de Assuntos Legais do Facebook, e Ramsey Homsany, conselheiro do serviço de armazenamento em nuvem Dropbox. Uma pesquisa da Fundação de Tecnologia da Informação e Inovação (ITIF, na sigla em inglês), apresentada na reunião, mostrou que empresas de internet podem perder até 35 bilhões de dólares até 2016, por conta de contratos e negociações canceladas após a revelação dos esquemas de espionagem.

"Acho que o resultado mais simples é de que nós vamos acabar quebrando a internet", declarou Schmidt.