Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

22/10/2013 às 17:20

Próximo leilao de 4G será em maio ou junho, diz Anatel

Escrito por: Redação
Fonte: Jornal do Commércio (PE)

No Brasil, a televisao aberta também usa a faixa de 700 Mhz

O próximo leilao de telefonia de quarta geraçao (4G), com frequencias na faixa de 700 megahertz (MHz), segue marcado para o primeiro semestre de 2014, mas será mais para o fim do período entre maio e junho. Além disso, haverá garantias para evitar interferencia com as transmissoes de radiodifusao, disseram nesta terça-feira, 22, autoridades do Ministério das Comunicaçoes e da Agencia Nacional de Telecomunicaçoes (Anatel). No Brasil, a televisao aberta também usa a faixa de 700 Mhz.

Segundo o presidente da Anatel, Joao Rezende, o leilao da faixa de 700 MHz poderá ser complementar r licitaçao da faixa de 2,5 gigahertz (GHz), realizada no ano passado. A ideia em estudo no órgao regulador é permitir rs empresas vencedoras do leilao da faixa de 2,5 GHz usarem as novas frequencias na faixa de 700 MHz para cumprir as metas estabelecidas no primeiro caso, disse Rezende, após dar palestra na Futurecom, evento do setor de telecomunicaçoes, que está no Rio.

O espectro de 700 MHz é mais adequado a garantir cobertura da internet móvel em ampla abrangencia geográfica, enquanto a faixa de 2,5 GHz tem menos alcance, mas garante melhor cobertura em áreas densamente povoadas, como as regioes metropolitanas.

"Estamos comprometidos com o cronograma e nao pretendemos de forma alguma retardar esse processo", disse Rezende. Segundo o presidente da Anatel, o conselho do órgao votará a destinaçao da faixa de 700 MHz para a internet móvel "ainda este mes". Em seguida, trabalhará no regulamento para os canais de TV aberta e entao, fará uma consulta pública técnica sobre relacionamento entre a tecnologia LTE (usada no 4G) e a TV aberta.

"Estamos trabalhando para que haja convivencia entre as duas indústrias", completou Rezende, comparando o atual "embate" entre as empresas de radiodifusao, reunidas na Abert (associaçao do setor), e as empresas de telecomunicaçoes com a recente abertura do mercado de TV a cabo para as telefônicas.

Também em palestra, o secretário-executivo do Ministério das Comunicaçoes, Genildo Lins, lembrou que a TV aberta só usa a faixa de 700 MHz em cerca de 700 municípios brasileiros. "Temos deixado claro que tanto o 4G quanto a TV tem de conviver. Vamos garantir que nao haverá interferencia ou pelo menos que ela seja minimizada", disse.