Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

20/03/2009 às 11:56

Reforma de Lei de Radiodifusão na Argentina é criticada por executivos

Escrito por: Redação
Fonte: Comunique-se

A proposta de reforma da Lei de Radiodifusão argentina não foi vista com bons olhos por executivos de meios de comunicação. Para eles, o projeto, lançado na quarta-feira (18/03) pela presidente Cristina Kirchner, é uma clara ameaça do governo à imprensa, ainda mais num momento em que o Congresso vive campanha eleitoral.

O governo argentino quer dar prazo de três meses para o texto ser debatido em fóruns regionais. O projeto prevê, entre outras coisas, a redução do número de licenças por empresa, a possibilidade de companhias telefônicas fornecerem TV a cabo e a intervenção do Estado na trasmissão de jogos de futebol.

“O recado foi claro: quem atacar o governo durante a campanha será punido, e vocês (donos de meios de comunicação) já sabem o que estamos dispostos a fazer”, disse um executivo de um dos grupos mais influentes de comunicação do país. 

Ele, que não quer se identificar, compara o casal Kirchner ao presidente venezuelano, Hugo Chávez. “O que aconteceu com a Rádio Caracas Televisão (RCTV, que teve sua licença cancelada pelo governo chavista) poderia se repetir na Argentina, se esta lei for aprovada”.

As informações são do jornal O Globo.