Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

13/08/2014 às 13:40

Reino Unido: Investimento público leva banda larga às áreas rurais

Escrito por: Redação
Fonte: Convergência Digital

O governo britânico festeja nesta semana a conexão de 1 milhão de domicílios rurais em seu programa de Superfast Broadband que prevê investimentos públicos de £1.7 bilhão (R$ 6,5 bilhões) de forma a garantir que 95% dos lares do Reino Unido tenham a tal banda larga super rápida até 2017.

O dinheiro é público, mas quem toca o projeto na prática é a British Telecom - que acabou "disputando" sozinha todos os leilões regionais de implantação de rede, depois que a japonesa Fujitsu desistiu da briga.

A banda 'superfast', no caso, são conexões de 24 Mbps, ou mais, conforme definido no programa britânico. No caso, são redes de fibras ópticas, mas que não chegam até as casas, mas aos 'gabinetes' ou 'armários' antes da "última milha", genericamente batizadas de FTTC (fiber-to-the-cabinet).

Nas contas do governo britânico, o aporte será recuperado com folga, com o "retorno de 20 libras para cada libra investida", além da esperada criação de 56 mil novos empregos até 2024, sem contar o impulso, calculado em 275 milhões de libras (R$ 1 bi) na "economia rural".

No Brasil, o governo também promete cobertura rural, mas com telefonia móvel - também fornecendo pacotes de dados para conexão à Internet. As metas são parte dos leilões de 2,5 GHz (em 2012) e 700 MHz (previsto para este ano) e fazem sentido visto as diferenças no tamanho do desafio: o Reino Unido é menor que o Piauí.

* Com informações da ZDNet