Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

04/04/2016 às 15:13

Repórteres são detidos após ato contra a falta de liberdade de expressão nas ilhas Maldivas

Escrito por: Redação
Fonte: Portal Imprensa

 
A polícia das Maldivas prendeu no último domingo (3/4) dezesseis jornalistas na tentativa de cessar um protesto contra a alegada falta de liberdade de expressão no país, informou a imprensa local.
 
De acordo com a Agência Lusa, policiais locais usaram gás de pimenta contra os repórteres que questionavam o presidente Abdulla Yameen e pediam que o governo revogasse a nova lei criminal sobre difamação. 
 
Os profissionais de imprensa lembraram ainda do desaparecimento de um colega em circunstâncias misteriosas e cobraram uma investigação sobre o caso, além de criticar o fechamento de um jornal por disputa entre os proprietários.
 
"Os últimos protestos seguem uma série de movimentações do governo e do sistema judiciário para restringir a liberdade de imprensa e expressão", afirmou um jornalista do Haveeru, que preferiu não se identificar. 
 
Segundo o Maldives Independent, cinco de seus jornalistas foram detidos. Três deles foram atingidos por gás de pimenta. Outros cinco repórteres de uma TV privada também foram levados pela polícia.