Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

28/12/2005 às 08:35

Revolução digital chega ao Brasil

Escrito por: Redação
Fonte: IDG Now!

A era digital está transformando a forma de ouvir música e o Brasil já descobriu a novidade. Pelo menos 44% do total de usuários residenciais brasileiros, isto é, quase metade dos 12,5 milhões de internautas domésticos que navegaram em casa em novembro visitam sites de conteúdo musical.Os números são do Ibope NetRatings e apontam crescimento de 65% no volume de visitantes únicos desse tipo de endereço, se comparado com os acessos em novembro de 2004.Como são poucas as opções de lojas virtuais de música digital no País, o usuário não hesita na hora de recorrer aos programas Peer-to-Peer (P2P)para fazer o download das canções.O problema é que a indústria fonográfica enxerga esses softwares como uma nova forma de pirataria e pode usar o argumento de uso indevido de direitos autorais para processar usuários, uma realidade bastante comum nos Estados Unidos.Por aqui, as gravadoras ainda parecem estar mais preocupadas com a pirataria de CDs. Mas com a popularização dos players digitais portáteis, cujo best-seller é o iPod da Apple, a pirataria online começa a afetar essas empresas.Legal ou ilegal, os brasileiros já possuem formas de participar da era do entretenimento digital. Uma revolução que a internet possibilitou e que parece ter muito fôlego, com a promessa de download de músicas direto aos portáteis e a possibilidade de comprar música digital em uma cafeteria ou qualquer local com conexão sem fio.Para saber em que ritmo bate o mercado de música digital no Brasil, o IDG Now! conversou com usuários, advogados, representantes de gravadoras e outros especialistas, para desvendar a legislação e as práticas de download no País.