Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

05/08/2016 às 16:30

Rio 2016: cuidado com os apps falsos e com o Wi-Fi público

Escrito por: Redação
Fonte: Convergência Digital

O Brasil é neste momento uma grande oportunidade para os cibercriminosos: começam nesta sexta-feira, 06/08, os jogos de verão Rio 2016, com cerca de 11 mil atletas e um milhão de turistas visitando o Rio de Janeiro, trazendo aquilo que mais atrai os bandidos – cartões de pagamentos. 
 
Vários métodos de ataque aos turistas que vieram para os Jogos Olímpicos continuam sendo utilizados pelos ladrões, e todos devem prestar muita atenção ao fazerem pagamentos online ou utilizarem caixas automáticos para saques ou consultas durante as quatro próximas semanas: o Brasil já se notabilizou pelos ataques feitos aos caixas pelos criminosos, com a instalação de falsos leitores de cartão destinados a capturar os dados e senhas dos clientes de bancos. 
 
Esse golpe é feito com leitores de cartão colocados sobre os leitores originais; quando você insere o cartão, os dados são imediatamente lidos e capturados. A senha é obtida pelos ladrões com o uso de uma câmera que grava a digitação, mas há versões que utilizam também um teclado falso no caixa. 
 
“Se você notar algo suspeito ou alguma peça que não pareça ser do equipamento, não use. Além disso, é bom visualizar com frequência o saldo da conta e informar ao banco qualquer atividade suspeita“, diz Jaromir Horejsi, analista sênior de malware da Avast.
 
Como a grande festa do momento são os Jogos Olímpicos, é preciso também tomar cuidado com as ofertas de ingressos, descontos e promoções recebidas por e-mail e pelas redes sociais como o Facebook e o WhatsApp. Fãs de qualquer esporte sempre querem ter a oportunidade de assistir às competições, e por isso geralmente estão dispostos a comprar ingressos na última hora. 
 
“Acontece que os cibercriminosos também são fãs de grandes eventos, porque são momentos muito favoráveis para se aproveitarem do entusiasmo dos fãs. Para comprar ingressos, deve-se acessar diretamente o site dos Jogos Olímpicos Rio 2016”, diz Michal Salat, Gerente de Inteligencia de Ameaças da Avast. Já Jiri Sejtko, director do Laboratório de Ameaças da Avast, faz mais dois alertas sobre os riscos desta temporada para consumidores brasileiros e visitantes de outros países: cuidado com aplicações móveis falsas e com Wi-Fi públicos.
 
“Os cibercriminosos têm atração por pessoas que seguem tendências: durante a Copa America 2016, por exemplo, foi possível encontrar aplicações na Google Play Store que eram imitações do jogo FIFA. Seu objetivo era coletar dados e bombardear os usuários com anúncios. Por fim, deve-se sempre recorrer a um aplicativo de VPN (virtual private network) quando se utiliza redes públicas de Wi-Fi. A VPN cria uma conexão que protege os dados e evita que os hackers tenham acesso a eles ou alterem a comunicação do usuário“, adverte o diretor do Laboratório de Ameaças.