Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

20/11/2015 às 13:48

'São medievais', diz repórter italiano sobre leis de sigilo do Vaticano

Escrito por: Redação
Fonte: Portal Imprensa

Jornalista criticou Vaticano por proibir acesso a documentos

O jornalista italiano Emiliano Fittipaldi, autor do livro "Avarizia", sobre a corrupção na igreja católica, disse na última terça-feira (17/11) considerar "medievais" as leis do Vaticano que podem levá-lo a cumprir uma pena de até oito anos por "delito contra a pátria". 
 
Segundo o The Catolic Register, o repórter afirmou ter "cumprido o seu papel" ao levar a público informações sobre os gastos do Vaticano. Ele, inclusive, chegou a afirmar que a ação da igreja "restringe o direito à liberdade de imprensa e expressão". 
 
"O livro narra as riquezas e os escândalos econômicos dentro do Vaticano. Esses processos são formas de tentar controlar que informações vazem no futuro. São notícias que, em minha opinião, devem ser levadas até o público. Isso é muito importante para os fiéis e não-fiéis do mundo todo", concluiu.