Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

03/09/2013 às 17:00

Secretaria de Cultura do DF adia novamente a reinauguração do Cine Brasília

Escrito por: Redação
Fonte: Correio Braziliense Online

O novo adiamento deixou cineastas da cidade indignados com o descumprimento de prazos para entregas de grandes obras

Fechado em maio de 2012 para reforma, o Cine Brasília deveria ter sido reinaugurado em setembro do mesmo ano
A Secretaria de Cultura do Distrito Federal decidiu adiar a reinauguração do Cine Brasília (106/7 Sul) mais uma vez. Em comunicado enviado pela produção do FestFAC, a SeCult informou que o adiamento ocorreu porque a empresa contratada sob licitação para o fornecimento das cadeiras do cinema não cumpriu o prazo de entrega. Ainda segundo o comunicado, a empresa está a sujeita a multa, e tem até o próximo domingo (8/9) para realizar a entrega. Com isso, a programação do FestFAC, considerada evento-teste para a 46ª edição do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, será transferida para a próxima quarta-feira (11/9), deixando o Cine Brasília a apenas dois dias de receber um dos principais festivais de cinema do país.

Marcada para acontecer na quarta-feira (4/9), às 19h, a exibição do curta-metragem Procura-se, de Iberê Carvalho e Louco por cinema, de André Luiz Oliveira não será realizada. "Este adiamento deve-se ao fato das instalações do Cine Brasília não estarem 100% prontas para receber a mostra. Pedimos a compreensão de todos, pois estamos trabalhando para que nossa cidade receba o Cine Brasília com todas as suas instalações funcionando perfeitamente", escreveu a produtora do FestFac, Amanda Hurtado.

A exibição de cinco curtas-metragens e cinco longas-metragens financiados com recursos do Fundo de Apoio à Cultura, integrantes da programação cinematográfica do FestFac só deverá ser realizada entre os dias 11 e 15 de setembro. "É frustrante. Mas não fui pego desprevenido: a novela da reabertura do Cine Brasília já está tão arrastada. Estou quase conformado com tanto adiamento", comenta o diretor Santiago Dellape, um dos convidados do 2º FestFac pegos de surpresa pelo adiamento do evento. Na avaliação de Dellpe o evento perde credibilidade. "No momento em que se adia, acho que desfalca a participação do público", acredita.

"A gente fica com o credo (oração cristã) na boca, diante da importância do Festival de Brasília", analisa o diretor Vladimir Carvalho, que se empenhou na posição de colaborar, para que FestFac tivesse "o maior brilho possível". "Agora, cabe aos gestores administrar o evento. Só lamento que, num momento em que a produção local dá provas de vigor e vitalidade, isso tenha acontecido. A mostra traz um caráter introdutório ao festival", comenta ele, que disponibilizou uma cópia de Rock Brasília - Era de ouro para ser projetada no FestFac. "O Festival de Brasília vem sempre, no contexto histórico, no embalo de enormes êxitos e de quedas abruptas, quase inexplicáveis. Tempo houve", conclui o diretor.