Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

06/11/2012 às 10:20

Senado fica sem Acordeon

Escrito por: ADRIANA CAITANO
Fonte: Correio Braziliense

No dia em que a presidente Dilma Rousseff concedeu a Ordem do Mérito Cultural a Luiz Gonzaga, o cantor e ator que o representa no cinema, Chambinho do Acordeom, passou por um constrangimento no Senado. Vestido como o personagem que representou no filme Gonzaga — de Pai para Filho e de sanfona na mão, o artista foi impedido de cantar e tocar no plenário pouco depois de tê-lo feito no Palácio do Planalto.

Chambinho foi convidado pelo senador Eduardo Suplicy (PT-SP) a homenagear o Rei do Baião na Casa Legislativa, mas o pedido do parlamentar ao senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR), que presidia a sessão, foi rejeitado. “Esta é uma sessão ordinária não deliberativa, o senador pode requerer uma sessão solene em que o ouviríamos com muito prazer, porém, este não é o momento adequado”, explicou.

Eduardo Suplicy ainda tentou argumentar, mas, diante da negativa, levou para fora do plenário o artista visivelmente frustrado e o fez cantar e tocar sanfona aos jornalistas.