Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

21/04/2014 às 08:00

Serviço de débito pela conta de celular que dispensa banco já está disponível

Escrito por: Redação
Fonte: Zero Hora - Online

De olho na população que não tem conta em banco, operadora lançou um serviço em que o usuário pode "inserir" dinheiro em sua conta de celular para fazer compras

A propagação mais ágil do M-Payment depende de uma integração maior de todas as pontas da cadeia: bancos, bandeiras de cartão, operadoras de telefonia e comerciantes. É no que acreditam os especialistas. Nos últimos meses, uma série de projetos envolvendo pagamento móvel foi lançado no mercado brasileiro.

De olho na população que não tem conta em banco, a operadora Claro lançou um serviço em que o usuário pode "inserir" dinheiro em sua conta de celular e usá-lo em compras.

Leia mais
Em outubro, a Cielo colocou no mercado um dispositivo que se conecta, por cabo, ao celular do lojista e o utiliza como uma maquininha de cartões. O objetivo foi oferecer uma alternativa para profissionais liberais, como taxistas e médicos. O cliente pode pagar contas com cartões de débito e crédito.

- À medida que surgem novas alternativas, clientes e empresas vão criando a cultura do mobile payment, e reduzindo desconfianças quanto à segurança das operações - avalia Farlei Heinen, professor do curso de Engenharia da Computação da Unisinos, especialista em dispositivos móveis.

Empresas de tecnologia gaúchas também desenvolvem novidades. A Cigam apresentou, em março, uma atualização de seu aplicativo que permite leitura de código de barras de contas e boletos com a câmera do celular. Agora, o serviço possibilita ao usuário digitar suas despesas e ser alertado do prazo de vencimento.

O dispositivo se conecta com o aplicativo do banco e gera um relatório de tipo e frequência dos gastos.

- O serviço já teve 200 mil downloads no Brasil, mostrando que o interesse da população em pagamentos móveis está crescendo - diz Robinson Klein, diretor de mercado da Cigam.

Um dos segmentos em que o pagamento com smartphones avança com rapidez é o das corridas de táxi. O EasyTaxi, aplicativo que vem ganhando adeptos no país, lançou uma função de pagamento móvel. A partir de uma conta previamente cadastrada, o cliente transfere o valor para o taxista.

É uma nova opção para pagar o transporte, mas há outras novidades. Dirigindo um táxi há apenas oito meses, Marcelo Salgado equipou o carro com Wi-Fi, o que possibilita que faça cobranças usando seu próprio celular. Uma máquina faz a leitura do cartão do passageiro, e o comprovante é mandado por e-mail.

- Hoje, seis em cada 30 corridas que faço são pagas assim. Mas, como as pessoas usam cada vez mais cartões, a tendência é que aumente - prevê Marcelo.