Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

29/04/2014 às 19:42

Sindicato denuncia clima tenso na TVE e FM Cultura

Escrito por: Redação
Fonte: Coletiva.net

Produtora executiva fez denúncia de desrespeito ao Ministério Público

O clima anda bastante tenso nas emissoras da Fundação Cultural Piratini de Rádio e TV, denunciou o Sindicato dos Radialistas do Rio Grande do Sul, cujo presidente, Elto Basei, é funcionário da empresa estatal. Segundo o sindicato, há tensão porque "certos CCs em postos de chefia andam descaradamente assediando moralmente os trabalhadores". O fato não seria uma novidade porque a chefia de Recursos Humanos da Fundação TVE "tem conhecimento do assunto, mas até o momento nada de concreto fez para resolver esse problema".

O sindicato denuncia casos em que funcionários se demitiram por "não suportar o descaso", enquanto outros foram punidos ao buscar a justiça, o que levou a Fundação Piratini a "puni-los com suspensão de 15 dias". Foi o que aconteceu com a jornalista Sílvia Dinelli, que atua como produtora executiva há 32 anos. Ela procurou o Ministério Público por ter recebido a suspensão de 15 dias sem qualquer outro aviso prévio, como determina a legislação trabalhista. Sílvia tem 65 anos e acusa ainda a forma desrespeitosa como ela e outras colegas de faixa etária semelhante são tratadas pelas chefias.

A nota do sindicato acusa a prática de assédio moral como sendo uma constante na rádio e na televisão e afirma que "para dar um basta a esse autoritarismo, nosso departamento jurídico já foi acionado". Procurada, a direção da Fundação Cultural Piratini informou que não comentaria o assunto.