Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

11/01/2018 às 18:35

SJSC e FENAJ solidarizam-se com jornalista que defende causas ambientais

Escrito por: Redação
Fonte: Fenaj

O Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina – SJSC – e a Federação Nacional dos Jornalistas – FENAJ – manifestam sua solidariedade ao jornalista Altamir Andrade, editor dos jornais O Joinvilense e O Vizinho, que vem sendo vitima de tentativas de intimidação e cerceamento à liberdade de imprensa. Com 25 anos de atuação profissional e dedicação às causas ambientais, Altamir pratica o Jornalismo em defesa da qualidade de vida.
 
Por solicitação de advogados da Tupy Fundições S.A, Altamir foi intimado, no dia 13 de dezembro de 2017, a prestar esclarecimentos ao Juizado Especial Criminal e Delitos de Trânsito da Comarca de Joinville (SC).
 
Segundo os advogados da Tupy Fundições, as abordagens do jornalista nas matérias “Areias Mortais”, “Mais Veneno no prato” e no editorial “Tupy se Comporta como Culpada”, publicados na edição 75 do periódico O Joinvilense e em uma audiência pública registrada em vídeo durante o IX Fórum Brasileiro de Educação Ambiental e IV Encontro Catarinense de Educadores Ambientais caracterizam “crimes de calúnia, difamação e injúria”.
 
A “busca de esclarecimentos” da maior fundição do mundo no setor via notificação judicial ao jornalista Altamir Andrade visou a possibilidade de instruir “eventuais medidas judiciais e/ou extrajudiciais cabíveis”.
 
Curiosamente, tal iniciativa ocorre em um momento onde a Câmara de Vereadores de Joinville discute a possibilidade de uso de passivo ambiental composto de Areias Descartáveis de Fundição para a produção de artefatos de cimento e base de obras públicas.
 
Florianópolis, 08 de janeiro de 2018.
 
Diretoria do SJSC
 
Diretoria da FENAJ