Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

17/10/2009 às 09:27

Smartphones representam conveniência de internet sempre ao alcance

Escrito por: Rafael Capanema
Fonte: Folha de S. Paulo

Ter a internet sempre ao alcance dos dedos é sinônimo de conveniência --você fica livre de ter que anotar números em papeizinhos ou ligar para alguém que esteja diante de um computador para confirmar uma informação.

Se você estiver na rua, por exemplo, e precisar consultar um endereço em um e-mail, basta sacar do bolso o celular e se conectar. Vale o mesmo para conferir notícias ou informações sobre o trânsito.

Os protagonistas dessas facilidades são os telefones inteligentes com suporte a 3G (padrão de conexão móvel com velocidade de banda larga) e os navegadores de internet móveis. Cada vez mais sofisticados, esses softwares hoje são capazes de exibir páginas no celular de forma quase igual à que elas aparecem em um computador normal.

No primeiro semestre de 2008, segundo a consultoria IDC, foi vendida no Brasil a mesma quantidade de smartphones do que no ano de 2007 inteiro.

"E certamente 2009 vai superar a marca de 2008", afirma Vinicius Caetano, analista sênior de telecomunicações da IDC. Isso, apesar dos preços dos aparelhos, ainda muito altos, segundo o analista.

Importados

O problema é que a maioria dos smartphones é importada. E as operadoras brasileiras podem firmar com seus clientes contratos de fidelidade de no máximo um ano, o que freia subsídios maiores.

Nos EUA, por exemplo, os contratos podem chegar a dois anos, o que facilita a redução do preço do aparelho para o consumidor final.

O segundo fator é cultural, afirma Caetano. Novas tecnologias costumam ser adotadas primeiro por empresas antes de chegar ao consumidor final. "As empresas no Brasil ainda não estão totalmente preparadas para usar smartphones."

Até o final de 2011, as vendas globais de telefones inteligentes superarão as de computadores portáteis, calcula a empresa de pesquisa RBC. A consultoria estima que, daqui a dois anos, cada uma dessas categorias atingirá a marca de 400 milhões de unidades anuais ao redor do mundo. Para desfrutar da internet no celular em sua plenitude, o ideal é assinar um plano 3G sem limite de tráfego de dados.

Tome cuidado se o seu plano de telefonia móvel não inclui tráfego de dados. Nesse caso, as operadoras costumam cobrar um valor fixo por Kbyte baixado --dessa forma, uma mera visita a um site pode lhe custar dezenas de reais.