Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

19/05/2017 às 16:51

Suécia decide arquivar investigação contra Julian Assange, fundador do Wikileaks

Escrito por: Redação
Fonte: Portal Imprensa

O Ministério Público da Suécia anunciou nesta sexta-feira (19) que decidiu encerrar a investigação sobre o fundador do Wikileaks, Julian Assange, acusado de estupro. Assange está refugiado na embaixada do Equador em Londres desde 2012 para evitar ser extraditado. O jornalista australiano sempre negou as acusações e, depois da decisão de hoje, postou uma foto sorridente no Twitter. 
 
De acordo com informações do UOL, a polícia britânica afirmou que ainda é obrigada a prender o ciberativista se ele deixar a embaixada para responder uma acusação menor de não ter comparecido a uma audiência à Corte do Reino Unido cinco anos atrás. Segundo a polícia, a prisão será "proporcional" à seriedade da ofensa.
 
O ex-hacker, segundo a reportagem, também teme que o Reino Unido o extradite para os Estados Unidos em virtude do vazamento de centenas de milhares de documentos militares e diplomáticos secretos do governo norte-americano, por meio do WikiLeaks. O governo britânico não confirmou ou negou a existência desse pedido de extradição.